IMG-20201024-WA0924

O candidato a prefeito da Coligação Unidos Para o Progresso, Capitão Azevedo, comentou a decisão da Justiça Eleitoral que, na semana passada proibiu carreatas, caminhadas e outros eventos de todas as campanhas. Azevedo acabou sendo o mais prejudicado porque a primeira carreata da campanha dele estava prevista para a quinta-feira, dia 22, data simbólica que coincidiria com o número do candidato. “Estávamos com tudo preparado para fazer a maior carreata da campanha, com adesão voluntária de centenas de motoristas e veículos, mas a decisão da justiça nos levou a cancelar a programação”, explicou Azevedo.

Apesar disso, o candidato do PL considera a medida da justiça da maior importância, porque visa preservar vidas, diante da ameaça do coronavírus, “que ainda está por aí, ameaçando todos nós”, observou. Segundo o Capitão Azevedo, a campanha continua com visitas, reuniões e corpo a corpo tudo dentro das recomendações das autoridades sanitárias, para evitar aglomeração e evitar a proliferação do vírus. A orientação passada aos coordenadores de campanha, assessores e auxiliares que acompanham o candidato a prefeito é que levem para os atos de campanha álcool em gel e máscaras sobressalentes para uso próprio e para oferecer a quem eventualmente não estiver fazendo uso.