Hospital Regional Costa do Cacau (8)

Na última terça-feira (20), o Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, recebeu a visita técnica da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM). Na ocasião, os médicos Adhemar Figueiredo, conselheiro da CNRM, e Arthur Henrique, da Comissão Estadual de Residência Médica de Minas Gerais (CEREM-MG) conheceram a unidade hospitalar para o possível credenciamento provisório dos Programas de Residência Médica de Clínica Médica e Cirurgia Geral.

Os visitantes avaliaram a estrutura física do hospital, fizeram a análise da formação dos médicos que vão compor o corpo de professores preceptores e a estruturação educacional do HRCC. A residência médica é o treinamento em serviço, sob supervisão, para formação de médicos especialistas, em diversas áreas da medicina, regulada por legislação federal. Essa atividade tem sua aplicação, desenvolvimento e implantação reguladas pela CNRM, órgão vinculado ao Ministério da Educação.

A médica Rosângela Melo, coordenadora da clínica médica do HRCC e vice-coordenadora do curso de medicina da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), falou sobre as articulações de implantação da residência médica no hospital. “O HRRC e a comissão de implantação dos programas de residência médica da própria unidade hospitalar apresentaram, em agosto, à CNRM, projetos para implantação da residência médica, inicialmente em clínica médica, com duração de dois anos e em cirurgia geral, com três anos de duração”, disse.

A coordenadora explicou que a visita técnica da CNRM resultará na emissão de um relatório que será apreciado na próxima plenária da comissão nacional. “Nossos visitantes expressaram alegria em conhecer um hospital com excelentes condições e ver que todos estão plenamente imbuídos na intenção de promover a residência médica de grande qualidade na nossa instituição”, destacou.

Rosângela Melo também comentou sobre a expectativa do hospital obter êxito na implantação do programa de residência médica. “Nós acreditamos, esperamos o parecer final, mas temos uma confiança muito grande que estaremos autorizados para iniciar o processo, acolhendo os médicos residentes que forem selecionados pela seleção unificada do SUS Bahia, promovido pela Comissão Estadual de Residência Médica”, informou.

O conselheiro da CNRM, Adhemar Figueiredo, comentou sobre a vista realizada ao HRCC. “A avaliação inicial do hospital foi muito boa, a estrutura física é muito favorável e a equipe médica indicada para conduzir a residência é bem formada e apta para tal função. Após esta avaliação será feito um relatório que passará para crivo da plenária da CNRM”, disse o médico.