122408436_3482185091839343_8621268125667446037_o (1)

“A gente pode mudar a gestão pública de Itabuna, se contar com o qualificado apoio das universidades e faculdades pelo estudo permanente de mestres e doutores em todas as áreas do conhecimento, experiência e interlocução”, disse o candidato a prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), ao final da audiência, na tarde de terça-feira, 20, na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).

Ele foi recebido pelo reitor Alessandro Fernandes de Santana quando debateu temas referentes ao desenvolvimento regional e fez a entrega do Plano de Governo. Na audiência, Augusto falou dos projetos que pretende executar como prefeito de Itabuna, que precisa recuperar a liderança regional. “Precisamos mudar a gestão, trazer experiências exitosas na Administração Pública de que a Uesc é líder e vai nos ajudar a fazer mais pelas pessoas e pela cidade como um todo”, afirmou.

Para o candidato da Coligação Mudar Para Fazer, a instalação da Região Metropolitana Ilhéus – Itabuna, como previsto na Constituição do Estado da Bahia, pode representar a solução para atração de investimentos públicos e privados, para destinação de lixo e resíduos sólidos, por exemplo.

Além de fazer a entrega do Plano de Governo, Augusto Castro disse ao Reitor que deseja ter na sua gestão o suporte da Uesc para encaminhar solução duradoura para eliminar a poluição do Rio Cachoeira. “Conhecemos alguns estudos dos professores e alunos, sabemos que é tema que diz respeito às nossas vidas e, mais do que isso, a vida de muita gente que depende do rio para sobreviver”, comentou.

O candidato acrescenta que a gestão pública moderna necessita ouvir as pessoas e, mais do que isso, contar com a expertise dos pesquisadores, técnicos e estudantes universitários, inclusive pela experiência na gestão pública acumulada ao longo dos anos. “Nesta campanha, a gente está ouvindo o eleitor e dizendo a ele como fazer. Esta também tem sido as conversas com o empresariado que tem se engajado no pensamento de que é preciso mudar para fazer muito mais”, sustentou.

INTERAÇÃO

O reitor Alessandro Fernandes Santana disse ao candidato a prefeito Augusto Castro, ao candidato a vice, Guinho, e aos técnicos que os acompanhavam, que a Uesc conta com mais de oito mil alunos matriculados em 33 cursos de graduação – licenciatura e bacharelado -, mestrado e doutorado. Além disso, oferece oportunidade a 60 alunos de 15 países no seu processo de internacionalização. Mais três cursos serão oferecidos: Psicologia, Zootecnia e bacharelado em Ciências Sociais.

Nos últimos anos, a Uesc tem interagido com as Prefeituras do Litoral Sul a quem oferece cursos e programas nos mais diversos setores, inclusive consultoria especializada em gestão de convênios. “Estamos trabalhando para trazer mais gestão e conhecimento em relação à mata atlântica teremos projetos voltados para economia, fauna, flora, agricultura, meio ambiente e literatura envolvendo os mais diversos departamentos”, afiançou o reitor da Uesc.