sandro

O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), deputado Sandro Régis (Democratas), afirmou que a criação da Companhia Baiana de Insulina (Bahiainsulina), aprovada por unanimidade pelos deputados na quinta, será de grande importância para o Brasil. De acordo com ele, o país passará a comprar internamente e não precisará ficar a mercê de outras localidades que fabricam insulina.

“O estado não vai entrar com nada. Fez os ajustes que tinham que ser feitos e foi votado. O projeto de insulina teve uma reunião virtual antes. O projeto não vai criar cargos, não é estatal, a indústria vai contratar, igual a Bahia Gás. O Brasil quer que essa indústria venha para a Bahia porque o Brasil vai passar a comprar insulina aqui dentro, não vai ficar a mercê desses países que fabricam hoje em dia. É importantíssimo o projeto”, afirma o deputado.

Com a aprovação, o próximo passo é a sanção pelo governador Rui Costa (PT), tornando concreto, após três anos de planejamento, o projeto de construção da primeira fábrica de insulina do hemisfério Sul do planeta, com um investimento estimado em R$ 200 milhões, sendo 100% subsidiada pela iniciativa privada.