WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
prefeitura de ilheus lojas buriti itacare camara itabuna prefeitura porto seguro prefeitura itabuna vida memorial hospital fundacao jose silveira policlinica pontal ilheus pm ilheus




:: ‘Bahia’

SANDRO RÉGIS LEMBRA QUE INVESTIMENTO NO PORTO SUL É PRIVADO: “NÃO TEM UM CENTAVO DO GOVERNO DA BAHIA”

750_sandro-regis-lider-oposicao-assembleia_202052101317115

O deputado estadual Sandro Régis (Democratas), líder da Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), afirmou nesta quarta-feira (25) que a implantação do Porto Sul, em Ilhéus, é feita com investimentos privados, “sem nem um centavo do governo da Bahia”. A afirmação do parlamentar ocorre após visita às obras do empreendimento realizada nesta quarta pelo governador Rui Costa (PT).

“É importante lembrar que todo o investimento realizado no Porto Sul é privado. Não tem um centavo do governo da Bahia nesta obra. Inclusive, o Porto Sul depende muito mais do governo federal, uma vez que ele não faz sentido sem a Fiol (Ferrovia de Integração Oeste-Leste), que é uma concessão federal viabilizada pelo atual governo”, destacou Régis.

O deputado recordou ainda que, em maio deste ano, o Ministério da Infraestrutura assinou contratos para exploração de terminais de uso privado (TUPs). “O Porto Sul é um terminal de uso privado (TUP), e toda autorização para este tipo de terminal é federal. Ou seja, não foi o governo estadual que viabilizou este investimento, mas sim o federal. É preciso deixar isso claro”, frisou o parlamentar.

Segundo a Bahia Mineração, o Porto Sul vai ter capacidade para operar, por ano, até 40 milhões de toneladas de minérios, fertilizantes e grãos, dentre outros produtos. A expectativa é que o projeto seja concluído em 2022.

“VITÓRIA DA CONQUISTA NÃO QUER SEGUIR O CAMINHO DO ÓDIO E DA VIOLÊNCIA”, DEFENDE RUI COSTA

WhatsApp Image 2020-11-23 at 21.04.36

Após carreata na Zona Oeste com Zé Raimundo, governador diz que a Suíça baiana merece um governo de união, paz e diálogo

Reeleito governador da Bahia com 63,20% válidos dos eleitores de Vitória da Conquista nas eleições de 2018 e gestão aprovada por cerca de 81% dos conquistenses [A Tarde/Potencial], o governador Rui Costa (PT) intensificou ainda mais sua participação na campanha do candidato a prefeito pelo PT, Zé Raimundo, e vice-prefeita Luciana Oliveira (PCdoB), que venceram o 1º turno do pleito municipal e lideram as pesquisas de intenções de votos na segunda etapa da corrida eleitoral.

O líder baiano retornou a Conquista, nesta segunda-feira (23), para participar de mais um ato político ao lado dos prefeituráveis. Na última sexta (20), Rui já tinha participado de diversas atividades de campanha na “Suíça Baiana”, como fez questão de observar durante discurso em um dos eventos que contou com a presença de diversas lideranças políticas e partidárias locais e estaduais na ampla coalização formada após os resultados da primeira etapa da disputa pela prefeitura da terceira maior cidade do estado.

Em entrevista após participar de uma carreata na Zona Oeste da cidade, o governador defendeu “a união de homens e mulheres de bem” para tirar o Brasil da atual situação que se encontra.

“Ódio e violência não levam nem o país e nem Vitória da Conquista a lugar nenhum. Infelizmente, a atual gestão tenta copiar, mas o povo de Conquista não quer seguir esse caminho e está deixando claro nas ruas que quer união, paz, entendimento, diálogo com o governo do Estado, com o setor produtivo e eu estou assumindo esse compromisso. Guerra e disputa só levam a sofrimento e prejuízo de todos. Diálogo, paz e trabalho é o que gera riqueza e renda, e é isso que nós queremos para Vitória da Conquista”, afirmou Rui.

Para o segundo turno das eleições, Zé Raimundo passou a contar em sua chapa com apoio de 14 partidos, a maioria após uma forte articulação do governador: PSD, PP, PSOL, PCdoB, PDT, PSB, PL, PTC, Avante, Podemos, Pros, Cidadania, Solidariedade e Rede Sustentabilidade. Do leque de legendas aliadas, o petista já conta com 11 dos 21 vereadores eleitos para a próxima legislatura.

LÍDER DA OPOSIÇÃO, SANDRO REGIS JUSTIFICA VOTO E DIZ QUE BAHIAINSULINA É IMPORTANTE PARA O BRASIL

sandro

O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), deputado Sandro Régis (Democratas), afirmou que a criação da Companhia Baiana de Insulina (Bahiainsulina), aprovada por unanimidade pelos deputados na quinta, será de grande importância para o Brasil. De acordo com ele, o país passará a comprar internamente e não precisará ficar a mercê de outras localidades que fabricam insulina.

“O estado não vai entrar com nada. Fez os ajustes que tinham que ser feitos e foi votado. O projeto de insulina teve uma reunião virtual antes. O projeto não vai criar cargos, não é estatal, a indústria vai contratar, igual a Bahia Gás. O Brasil quer que essa indústria venha para a Bahia porque o Brasil vai passar a comprar insulina aqui dentro, não vai ficar a mercê desses países que fabricam hoje em dia. É importantíssimo o projeto”, afirma o deputado.

Com a aprovação, o próximo passo é a sanção pelo governador Rui Costa (PT), tornando concreto, após três anos de planejamento, o projeto de construção da primeira fábrica de insulina do hemisfério Sul do planeta, com um investimento estimado em R$ 200 milhões, sendo 100% subsidiada pela iniciativa privada.

 

BAHIA: TRABALHADORES DE TODOS OS SETORES DA CULTURA PODEM TER ACESSO À RENDA EMERGENCIAL DA LAB

 

Mascaras

Com a regulamentação da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc (LAB). em 17 de agosto de 2020, estão disponibilizados recursos na ordem de R$ 110 milhões para o estado da Bahia. Com base na regulamentação, 80% desse recurso será destinado para a renda emergencial. Artistas, produtores, técnicos, contadores de histórias, oficineiros, professores de escolas de arte e capoeira, mestres da cultura popular, e todos os demais profissionais envolvidos nas diversas áreas do fazer cultural podem ter acesso à renda emergencial, estando em correspondência aos critérios estabelecidos pela regulamentação federal.

“Todos os trabalhadores da cultura tiveram suas atividades interrompidas nesse período de pandemia. São músicos, atores e atrizes, técnicos de todas as áreas da cadeia da cultura, roadies, cenotécnicos, mestres da cultura popular, da capoeira ao reisado. É uma infinidade de trabalhadores que, se não acessou o auxílio emergencial pago via Caixa, podem e devem realizar o cadastro no site da SecultBA. É necessário que todos estejam atentos à legislação federal que informa quais os requisitos que o trabalhador da cultura precisa ter para acesso à Renda Emergencial”, alerta a secretária de cultura, Arany Santana.

Confira AQUI a regulamentação completa da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

De acordo com a regulamentação, os trabalhadores da cultura com atividades interrompidas devem comprovar atuação social ou profissional nas áreas artística e cultural, nos vinte e quatro meses anteriores à publicação da Lei nº 14.017 (Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc), datada de 29 de junho de 2020.

Os beneficiários não devem ter emprego formal ativo; devem ter renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo ou total de até 03 salários mínimos (o que for maior). No ano de 2018, não deve ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70. O trabalhador também não está apto se já for beneficiado pelo auxílio emergencial da Caixa Federal, ou ser titular de benefício da Previdência Social (INSS), do seguro-desemprego, ou de programa de transferência de renda do governo federal (exceto bolsa família).

É também condição estar inscrito em cadastro específico. Na Bahia, servirá de base o Cadastro Estadual dos trabalhadores e trabalhadoras da cultura, lançado em 14 de julho pelo Governo do Estado, através das secretarias estaduais de Cultura (Secult) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). A plataforma para o cadastramento está disponível AQUI.

 

BANCADA DE OPOSIÇÃO NA AL-BA SE REÚNE COM SECRETÁRIO DE SAÚDE E SUGERE MUDANÇAS EM PROJETO DA BAHIAINSULINA

IMAGEM_NOTICIA_0

Integrantes da bancada de oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) se reuniram nesta segunda-feira (24), por videoconferência, com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, e apresentaram sugestões para aprimorar o projeto que cria a Companhia Baiana de Insulina (Bahiainsulina).

Solicitado pelos oposicionistas, o encontro teve a participação do ex-deputado José Carlos Aleluia (DEM), que conduziu um projeto similar no Ministério da Saúde, além dos deputados Sandro Régis (DEM), líder do bloco, Tiago Correia (PSDB) e Paulo Câmara (PSDB), além do assessor jurídico da bancada, João Otávio, para analisar as questões legais do projeto. O líder do governo Rui na AL-BA, deputado Rosemberg Pinto (PT), também participou da reunião.

Na reunião, o secretário apresentou o projeto e tirou as dúvidas dos parlamentares, que, em seguida, apresentaram alterações para melhorar o projeto. “As mudanças propostas foram acatadas pelo secretário. Construímos um entendimento e, agora, vamos levar à bancada da Oposição. Nosso objetivo é aprimorar o projeto para que a Bahia e o Brasil sejam efetivamente beneficiados”, disse Régis.

Câmara destacou que projeto foi apresentado pelo governo sem discussão prévia, mas que, agora houve um debate produtivo sobre o tema. “O secretário acatou nossas sugestões e ficou de levá-las à Casa Civil e, em seguida, novamente serão trazidas à nossa bancada. Foi um passo importante para aprimorar a proposta”, frisou.

Vilas-Boas apresentou, na reunião, a informação de que o Brasil tem mais de 12 milhões de diabéticos. Caso seja aprovada a criação, a Bahiainsulina poderá ser a primeira indústria deste tipo no hemisfério sul. “A insulina é estratégica e hoje só é produzida por quatro indústrias no mundo. A produção local poderá beneficiar os diabéticos e tornar a Bahia e o Brasil autossuficientes”, disse Correia.

ESTUDANTES DA REDE ESTADUAL RECEBEM TERCEIRA PARCELA DO VALE-ALIMENTAÇÃO A PARTIR DESTA TERÇA-FEIRA (28)

 

WhatsApp Image 2020-07-27 at 10.16.08

Os estudantes regularmente  matriculados na rede estadual de ensino começam a receber, a partir desta terça-feira (28), a terceira parcela do Programa Vale-Alimentação Estudantil. O benefício é de R$ 55 por estudante e será creditado nos cartões distribuídos pelo Governo do Estado. No total, envolvendo as três parcelas, estão sendo investidos R$ 132 milhões.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, ressaltou a importância do benefício para os estudantes. “O Governo da Bahia investe mais R$ 44 milhões para o pagamento da terceira parcela do Programa Vale-Alimentação Estudantil, para garantir a segurança alimentar dos nossos estudantes que moram desde os grandes municípios até às comunidades indígenas, quilombolas e no campo. E tudo isso utilizando recursos próprios que não estavam no orçamento de 2020, em um momento de perdas orçamentárias e sem nenhum apoio do Governo Federal”, afirmou.

As compras com o cartão vale-alimentação estudantil são, exclusivamente, para gêneros alimentícios, como feijão, arroz, leite e carne, e podem ser feitas em mais de 18 mil estabelecimentos comerciais que aceitam a bandeira Alelo, nos 417 municípios, distritos e povoados da Bahia. A Secretaria da Educação do Estado da Bahia reforça a orientação para que se dirija ao supermercado apenas um membro da família, seguindo todas as normas de segurança, como o uso de máscaras de proteção individual, em função da pandemia.

Aquecer a economia – As compras poderão ser feitas em mais de 18 mil estabelecimentos em municípios, distritos e povoados, movimentando a economia nos 417 municípios baianos. Para saber em quais estabelecimentos (supermercados, mercadinhos, mercearias e quitandas) o cartão-alimentação estudantil é aceito, o beneficiado pode acessar o site do cartão Alelo. Esta e outras informações também podem ser acessadas no celular, através do aplicativo “Meu Alelo”, disponível nas lojas “Google Play” e “APP Store”, onde o estudante também pode consultar o saldo e o extrato do cartão.

 

AGÊNCIAS DE PROPAGANDA INCENTIVAM CRIATIVIDADE PARA VENCER A CRISE

A campanha desenvolvida por agências publicitárias associadas ao Sinapro-Bahia ressalta a importância das empresas se comunicarem com os consumidores neste momento de pandemia

Apesar do isolamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a criatividade não pode parar. Esse é o mote da campanha, desenvolvida por agências publicitárias associadas ao Sindicato das Agências de Propaganda do Estado da Bahia (Sinapro-Bahia), nas cidades de Itabuna e Ilhéus, na região Sul do estado. No vídeo, os executivos das agências Art 3 Propaganda (Itabuna), Avoar Comunicação (Ilhéus), RCM Propaganda (Itabuna) e Visão Propaganda (Itabuna), ressaltam a importância das empresas se comunicarem com os consumidores neste momento de crise.

“A gente quer transmitir uma mensagem positiva e criativa de que estamos antenados e prontos para assessorar nossos clientes a enfrentar este momento da melhor forma possível, com rapidez, criatividade, ética e elegância”, explica o delegado Regional Sul do Sinapro-Bahia, Tião Barros. O vídeo, que será veiculado pelas TVs Santa Cruz/Rede Bahia e RecordTV Cabrália, e nas redes sociais, foi editado pela produtora Ícone Audiovisual.

A campanha conta com depoimentos de: Lorenna Caldas, CEO da Avoar Comunicação; Rui Carvalho e Thiago Novoa, diretores da RCM Propaganda; Silvio Roberto Oliveira, diretor da Visão Propaganda; Rose Souza e Tião Barros, diretores da Art3 Propaganda; e Marcella Benedicts, gerente de Atendimento Extremo Sul da Avoar Comunicação.

BAHIA: GOVERNADOR ANUNCIA ANTECIPAÇÃO DE FERIADOS

WhatsApp Image 2020-05-22 at 18.21.51

O governador Rui Costa anunciou durante pronunciamento, nesta sexta-feira (22), a antecipação de feriados em Salvador e interior da Bahia. A informação foi divulgada em videoconferência conjunta com o prefeito ACM Neto. Logo após anúncio, o governador se reuniu com os gestores de alguns municípios do interior.

Rui Costa definiu que serão antecipadas duas datas de comemoração regional, sendo 24 de junho e 02 de julho, São João e Independência da Bahia. As datas foram transferidas para os dias 25 e 26 de maio, respectivamente, em toda a Bahia. Na quarta-feira, dia 27 de maio, os municípios baianos que desejarem poderão decretar feriado municipal. Em Salvador, por exemplo, o prefeito ACM Neto, antecipou o feriado de 08 de dezembro, referente aos festejos de Nossa Senhora da Conceição da Praia para o dia 27/05.

Para os dias 28 e 29 de maio (quinta e sexta-feira ), o Governo do Estado publicará decreto com a suspensão dos serviços não essenciais em nove cidades com mais de cem casos confirmados da Covid-19, são elas: Salvador, Feira de Santana, Lauro de Freitas, Itabuna, Ilhéus, Jequié, Candeias, Ipiaú e Camaçari. Nestes locais, nos dias 28 e 29/05, será permitido apenas o funcionamento das agências bancárias, farmácias, indústrias, limpeza pública, manutenção urbana, supermercados e outros serviços relacionados a saúde e segurança.

O governador Rui Costa informou que o decreto para antecipação dos feriados de alcance estadual será encaminhado à Assembleia Legislativa da Bahia e há previsão para votação neste sábado (23). Rui Costa destacou que esta antecipação tem por finalidade reduzir a taxa de disseminação do novo coronavírus, que hoje está em pouco mais de 5% na Bahia. “Adotamos como critério para escolha dos municípios , aqueles que tenham mais de cem casos confirmados do novo coronavírus. Entretanto, outros municípios que tenham interesse na antecipação dos feriados [para a quarta-feira, 27] poderão fazê-lo e terão o apoio do Governo do Estado no que for necessário”.

MAIS 19 CIDADES BAIANAS TÊM TRANSPORTE SUSPENSO; TOTAL CHEGA A 128

O transporte intermunicipal será suspenso em 19 cidades baianas a partir de quarta-feira (13). A decisão inclui Amargosa, Anguera, Barrocas, Cachoeira, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Dom Basílio, Irará, Irecê, Itapicuru, Itapitanga, Luís Eduardo Magalhães, Manoel Vitorino, Potiraguá, Presidente Dutra, Presidente Tancredo Neves, Santo Estevão, São Félix e Umburanas.

Ficam suspensas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. A medida, que foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (12), tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana.

O decreto também autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Amélia Rodrigues, Barro Preto, Catu, Ibotirama, Itamari, Mucugê, Santaluz e São José da Vitória, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de covid-19.

Cidades com transporte suspenso

No total, a Baia possui 128 municípios com restrição no transporte. São eles: Abaíra, Aiquara, Alagoinhas, Amargosa, Anguera, Aracatu, Arataca, Barra do Choça, Barreiras, Barrocas, Boa Vista do Tupim, Buerarema, Cachoeira, Caetanos, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Canavieiras, Candeias, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Castro Alves, Coaraci, Conceição do Coité, Coração de Maria, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Dom Basílio, Eunápolis, Feira de Santana, Gandu, Governador Mangabeira, Guaratinga, Ibicaraí, Ibirapitanga, Ibirataia, Ilhéus, Ipiaú, Irará, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itaparica, Itapé, Itapetinga, Itapicuru, Itapitanga, Itatim, Ituberá, Jacobina, Jaguarari, Jequié, Jitaúna, Juazeiro, Jussari, Jussiape, Laje, Lajedo do Tabocal, Lauro de Freitas, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Madre de Deus e Manoel Vitorino.

Também estão com transporte suspenso: Maracás, Maragogipe, Maraú, Mata de São João, Morpará, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Soure, Nova Viçosa, Oliveira dos Brejinhos, Paramirim, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pilão Arcado, Pojuca, Porto Seguro, Potiraguá, Presidente Dutra, Presidente Tancredo Neves, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Ribeira do Pombal, Rio Real, Salvador, Santa Bárbara, Santa Cruz Cabrália, Santa Teresinha, Santanópolis, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Santo Estevão, São Felipe, São Félix, São Francisco do Conde, São Gonçalo dos Campos, São Sebastião do Passé, Sátiro Dias, Saubara, Seabra, Serra do Ramalho, Serrinha, Serrolândia, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Tucano, Ubaitaba, Ubatã, Umburanas, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Várzea Nova, Vera Cruz e Vitória da Conquista.

ILHÉUS: GOVERNO DO ESTADO ENVIA BARRACAS, MÁSCARAS E ÁLCOOL A 70% PARA FEIRANTES

WhatsApp Image 2020-05-03 at 13.09.00

O Governo do Estado enviou, neste domingo (03), 100 barracas, 1.200 máscaras reutilizáveis e 100 frascos de álcool em gel a 70% para serem distribuídos aos feirantes da Central de Abastecimento de Ilhéus, que teve abertura autorizada após os ajustes determinados pela Vigilância Sanitária do Estado. A ação tem como objetivo ofertar mais segurança para o funcionamento do local, em virtude da pandemia do novo Coronavírus.

A distribuição dos materiais será realizada pela Prefeitura Municipal de Ilhéus, para uso dos feirantes de acordo com protocolo da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). De acordo com o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, coronel Francisco Telles, a corporação realizará uma desinfecção preventiva no local.

“Esta é uma importante ação que faz parte da política da Secretaria de Desenvolvimento Rural em ajudar os municípios, organizando e adotando medidas para o funcionamento das feiras, com a parceria das secretarias do Planejamento e Desenvolvimento Econômico”, ressalta o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro.

vida med

vida + med


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia