camara itabuna

josias gomes
verao skol ilheus
verbo ead



BAHIA: FAZENDEIRO JAYME DO AMOR TEM PRISÃO DOMICILIAR DECRETADA

download

O fazendeiro Jayme Oliveira do Amor, suspeito de ter participado das ações que resultaram no desaparecimento de um integrante da Comunidade Quilombola Boa Vista do Pixaim, teve mandado de prisão temporária cumprido, por policiais civis, em Salvador.

A operação “Compadre D’Água”, deflagrada pelo Grupo Especial de Mediação e Acompanhamento de Conflitos Agrários e Urbanos – GEMACAU, na manhã da última terça-feira (8), em Muquém do São Francisco, Morpará e Salvador, resultou ainda nas prisões temporárias de Carlos Galdino Serafim, o “Carlão”, e Vonilson Barbosa de Sousa, o “Ninho”.

Os policiais civis, lotados em Salvador, Barreiras, Itabuna e Luís Eduardo Magalhães, também cumpriram quatro mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça de Ibotirama, na Fazenda Pixaim e no Frigorífico Frijoa, ambos pertencentes a Jayme e localizados em Muquém do São Francisco, além de alguns imóveis no município de Morpará.

Nestes locais, foram apreendidas 15 armas de fogo, sendo quatro rifles, calibres 22, 38 e 44, oito espingardas, calibres 12, 32, e algumas de fabricação artesanal, uma pistola calibre 380 e duas carabinas, calibres 38 e 44. Havia também 244 munições intactas, de calibres 12, 22, 28, 32, 38, 44 e 380, bem como 111 estojos de munições deflagradas, de calibres 12, 22, 28, 32, 38 e 44.

Jayme Oliveira do Amor e seus comandados Carlos Galdino e Vonilson, além de outros ainda não localizados, são investigados pelos crimes de formação de bando armado, dano qualificado, constrangimento ilegal, ameaças, sequestro e homicídio qualificado.

A Operação Compadre D’Água foi realizada após investigações solicitadas pela Comissão Nacional de Combate à Violência no Campo, presidida pelo Ouvidor Agrário Nacional, Desembargador Gercino José da Silva Filho. O GEMACAU instaurou inquérito policial, que será remetido nos próximos dias.

O Tribunal de Justiça converteu a prisão temporária de Jayme em prisão domiciliar, que se cumpre na Capital. Carlos Galdino e Vonilson continuam presos, na Delegacia Territorial de Baianópolis.

14 Responses to BAHIA: FAZENDEIRO JAYME DO AMOR TEM PRISÃO DOMICILIAR DECRETADA

  1. Ênio Cardoso Penalva disse:

    A justica devia mandar prender os bandidos. Que vivem assaltando os Bancos da região ,os políticos corruptos e nao pessoas como Sr Jaime ,que com quase 80 anos vive trabalhando e gerando milhares de emprego em toda Bahia.

  2. Anonimo disse:

    É vergonhoso um pais como o nosso, onde politicos são os verdareiros bandidos. Sr. Jaime do Amor nada mais é que um empresário onde jera empregos, enveste no próprio país, trabalhador, toma conta de suas propriadades, ajuda pessoas….E tem muita fé em DEUS . A policia deveria desarmar as quadrilhas formadas, que estão acabando com a paz do nosso povo, levando nossos filhos ao vicio para sustentar os bolços desses MARGINAIS.
    Sr. Jaime homens como o senhor são poucos continue tendo fé em DEUS que o senhor vai sair dessa estou aqui rezando para o senhor.Que DEUS te abençõe.

  3. É aquela velha História ” O sertão vai virar mar , e o mar virar sertão” Ou seja , os bandidos , na sua grande maioria corruptos estão soltos, e os homens de bem que engrandecem o Brasil vá o para a cadeia porque nao votam e nem cola$$$$boram com esses marginais! Mas começou a mudança! Que Deus te protejas Seu Jaime.

  4. ORESTES SILVA disse:

    ENGRAÇADO A DEFESA DESSE CIDADÃO PELOS COMENTARISTAS.

    QUE DIGA A SUA OPINIÃO ALGUNS POLITICOS FINANCIADOS POR ESSE SENHOR.

    NÃO QUEIRAM OS COMENTARISTAS TAPAR O SOL COM UMA PENEIRA.

  5. Carlos Viana disse:

    Bem feito. A jistiça esta sendo feita. Aqui em Pau Brasil é inimigos de nós indígenas

  6. dilson ferraz de oliveira itapetinga ba disse:

    BOM DIA PARA TODAS AS PESSOAS QUE NÃO CONHECE O SR. JAIME OLIVEIRA DO AMOR! GOSTARIA QUE TODOS VOCÊS SOUBESSEM QUE JAIME DO AMOR É UMA PESSOA EXCELENTE, EDUCADA,AMIGA, E ACIMA DE TUDO FALANDO, ELE É UMA PESSOA RICA NÃO SÓ FINANCEIRAMENTE MAIS DE UMA HUMILDADE EXTRAORDINÁRIA PARA COM TODAS AS PESSOA, SEM ELE MILHARES DE PESSOA ESTARIAM SEM EMPREGO PORTANTO ESSE PAIS PRECISA PRENDER É LADRÃO, TRAFICANTE DE DROGAS, POLÍTICOS QUE TÁ ACABANDO COM ESSE PAIS RICO COMO NOSSO, E CONSIDERAR O SR JAIME DO AMOR COMO UM GRANDE CIDADÃO POIS É UM HOMEM QUI ESTAR AJUDANDO O PAIS A SE DESENVOLVER NA ÁREA TRABALHÍSTICA DANDO VÁRIOS EMPREGOS A PAIS DE FAMÍLIA EM GERAL. ASS. DILSON FERRAZ – ITAPETINGA -BAHIA

  7. Beto disse:

    Teremos que esperar mais 300 anos?*
    Adital

    Boa Vista do Pixaim

    A comunidade de Boa Vista do Pixaim é uma comunidade formada por uma população predominantemente Negra, composta por cerca de 200 famílias. A comunidade fica na margem direita do rio São Francisco no município de Muquem do São Francisco, estado da Bahia.

    A mesma se formou neste lugar devido a vários conflitos de terra que há muito tempo vinha existindo com fazendeiros que compraram terras próximas ao rio e passaram a perseguir os moradores das comunidades que habitavam às margens do mesmo rio desde muito tempo. Há fortes indícios de que estas comunidades eram antigos quilombos.

    Existia a comunidade de Pixaim próxima a uma lagoa marginal. Quando começou o conflito as pessoas de Pixaim foram expulsas deste local, houve muita violência, inclusive as suas casas foram queimadas. Então estes fugiram para outras comunidades, dentre elas uma que ficava ali próximo chamada Boa vista, dando origem a esta comunidade que hoje se denomina Boa vista do Pixaim.

    Esta comunidade hoje vive cercada em uma área de aproximadamente 50 ha de terra, entre três cercas de arame farpado (segundo os moradores a cerca foi construída no ano de 1977), e às margens do rio São Francisco, isolando os moradores do restante de uma fazenda na qual o povoado fica dentro. Segundo informações dos próprios moradores eles não podem passar a cerca sequer pra tirar lenha para cozinhar nas matas da fazenda.

    Só existe uma saída da comunidade que é por uma cancela, saindo da cerca segue por uma estrada por dentro da fazenda e esta dá acesso à estrada que liga a cidade da Barra a BR 242.

    Os moradores sobrevivem do plantio de pequenas roças cultivadas em uma ilha do rio São Francisco, outros migram pra trabalhar nas fazendas de soja, café, milho, etc no oeste da Bahia; existem ainda outros que trabalham para o próprio fazendeiro recebendo a quantia que este ou seu gerente determinar e pescam no rio.

    Existe também uma lagoa marginal de onde os moradores pescavam para tirar o sustento de suas famílias, porém hoje não é mais possível isso, pois o proprietário está criando peixe em cativeiro dentro da lagoa e os habitantes da comunidade não podem sequer pescar o peixe que o próprio rio deposita na mesma, segundo eles, existe um segurança armado que vigia a lagoa 24 horas por dia para que ninguém pesque.

    Segundo os moradores, antes desta proibição eles pescavam, com a seguinte condição: o pescado que eles pegavam era dividido em três partes: uma para o pescador, outra pra o dono da rede (já que o pescador não tinha a rede), e a outra parte ia para o dono da fazenda.

    Vale lembrar que as lagoas marginais do rio São Francisco são de domínio da União, já que o São Francisco é um rio Federal.

    Os trabalhadores vivem com grandes dificuldades e em precárias condições de vida, já que o acesso a terra e a pesca são muito limitados.

    Também a comunidade fica localizada em uma área a União, pois está bem próxima à margem do rio e suas águas banham parte das terras da fazenda, e banham a comunidade em épocas de grandes cheias.

    Durante visitas feitas pela CPT da Diocese de Barra à comunidade, os moradores dizem que se sentem escravizados e estão à procura de uma saída para esta situação que a cada dia se torna mais insuportável, devido à falta de liberdade e perspectiva de futuro para se e seus descendentes, mas tem muito medo de repressão por parte do Fazendeiro, já que em outros momentos foram muito perseguidos.

    *Carivaldo Ferreira dos Santos

    Agente da CPT – Barra – Bahia.

  8. Uilson Rodrigues de Oliveira disse:

    A justiça prende um empresário gerador de riquezas e de centenas de empregos e que serve de modelo para os bainaos e brasileiros, e deixa solto centenas de milhares de bandidos e de politicos ladrões. Os empreendimentos do Sr. Jayme Oliveira do Amor, nas imediações do Pixaim geram centenas de empregos para os nativos. É preciso revisar a Justiça brasileira e inverter os conceitos, liberando o Sr. Jayme para que o mesmo possa continuar gerando empregos naquela região.

  9. Lopes disse:

    A Respeito do Caráter do Sr Jaime não posso opinar, oque é que em 21/01 fui vítima em um acidente envolvendo um de seus caminhões onde uma roda se soltou e me atingiu, tive polifraturas (fêmur, tíbia, fábula, radio, ulna, mão) o motorista do caminhão evadiu se não me prestando socorro, no Hospital de Ibotirama Representantes da Empresa me informaram que nos ajudaria, mas após 20 sumiram, não me atendem de forma alguma e este não é um tratamento merecido por um certeza humano, estou debilitado dependo de pessoas para tudo, como não posso trabalhar e estou tendo grandes despesas médicas, já vendi uma moto, meu carro e nada de ajuda, e lhe digo a ajuda que quero é apenas minha Moto que ficou com a empresa, e continuam a não me atender.

  10. Leo disse:

    Por quê, apenas, Jayme do Amor conseguiu a prisão domiciliar e os demais, acusados de executores, não obtiveram esse privilégio?
    Além disso, sabemos que o conflito de terras é um tema caro e injusto no processo da formação do Brasil.
    Espero que este caso esse resolvido sem mais afrontas ou qualquer intimidação por parte do colonos, senhores malfeitores e gananciosos. Afinal, sempre há mortes por parte de grupos oprimidos na história e os mandantes sempre fazendo de tudo para calar os pobres e continuarem suas explorações humanas e ambientais. Jayme teria medo de arriscar sua empresa usurpadora?

  11. anônimo disse:

    é muito triste vê o que acontece com as pessoas que não tem condições financeiras em nosso pais, mas infelizmente o que falha aqui na terra, pra Deus é não é falho e a justiça dele é a unica que não falha . Há seis anos o bonzinho Jaime deixou uma família sem estrutura nenhuma devendo muito , tomou quase tudo da vida financeira dessa família.o valor de cinquenta e um mil reais, só nos deixou a vida mas com ameaças. Deus é pai JAIME OLIVEIRA DO AMOR e creio a cada dia que o poder dele é maior do que o seu. o que você nos tomou fez falta um dia , mas hoje estamos fortes e termos certeza que um dia você pagara pelo o que fez com os filhos de Deus. Esse é um desabafo que tenho que fazer por tudo que passei que um dia você possar refletir sobre todo mal que já fez não só a mim , mas quantas pessoas não tem por ai que esse homem tão bonzinho já fez.

  12. Edeni Bessa disse:

    Sr jaime Deus é fiel, vc é uma pessoa de Deus,humilde e honesta por isso não há correntes que lhe segura continua assim, que seus amigos e o espirito santo estão sempre ao seu lado e…

  13. Joelson disse:

    Bandido safado, Faz cara de santinho e voz mansa! Mas esconde um grande mal! Escraviza toda a região! So ele enriquece! E encontraram esses cadáveres pq ainda fedia! E quantas mortes foram encomendadas antes destas! Ele tinha q estar no xadrez junto com os pistoleiros dele!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>