shopping jequitibá

prefeitura de buerarema




A EDUCAÇÃO É A SOLUÇÃO PARA A ONDA DE VIOLÊNCIA NO BRASIL


.
Por João Matheus Feitosa.

O Brasil está enfrentando uma onda de violência nos últimos anos e o motivo principal é o trafico de drogas. Normalmente os meliantes têm a idade entre 18 e 29 anos, o que demonstra que essa geração está sendo a protagonista da violência no país. A violência está geral em todo o país, de norte a sul, o que mostra que não é apenas em estados pobres, mas sim em todo o país. Algumas pessoas afirmam que a causa da violência é a pobreza, mas isso não tem fundamento, já que a Índia é mais pobre que o Brasil, mas não chega nem a metade no seu índice de violência.

Outro exemplo é que o Canadá e os Estados Unidos, dois países ricos, mas a violência no Canadá é quase três vezes menor. O que mostra que a causa da violência não é a pobreza.

A causa da violência é a falta de educação, não apenas a educação de conhecimento, mas também a educação moral e cívica. A maioria dos jovens que se envolvem nas drogas e segue o caminho da criminalidade não tem os princípios morais e familiares. Obviamente que existem as exceções. Não existe uma maneira de resolver esse crescimento da violência em curto prazo, apenas no planejamento o país conseguirá solucionar esse problema em médio e longo prazo. Primeiramente é essencial levar a educação a sério no país, sobretudo o ensino fundamental. Atualmente os governantes só estão priorizando o ensino superior, e esquecendo-se do ensino fundamental.

Existe uma incompetência incrível no processo educacional no Brasil. E quem acaba sofrendo com isso é a população mais pobre, que não tem condição de pagar um ensino particular. No Brasil, a percepção na rede pública é que o ensino primário pode ser tocado por professores analfabetos. Pode-se, por exemplo, fazer um teste com os professores da rede de ensino primário e mandá-los fazer um texto manuscrito. O resultado será impressionante, em função da quantidade de erros de português. Isso mostra que o Brasil está preparando uma “bomba relógio”, e o resultado disso é a onda de criminalidade.

O ensino primário é a fase mais importante para estimular o conhecimento do aluno. Mas existe um grande despreparo por parte do magistério. Não existe a consciência coletiva que essa é uma área crucial para a consolidação da nossa vida no sentido mais amplo, seja política, econômica, moral e etc.

A única “arma” (perdoem-me o trocadilho), para solucionar o crescimento da violência no país é a educação. O crescimento da criminalidade é uma questão que decorre da educação defeituosa do cidadão. A educação é a única forma de colocar o Brasil no patamar de primeiro mundo. Podemos usar o exemplo da Coréia do Sul, que há 30 anos era considerado um país pobre, e depois que foi realizada a revolução na educação chegou ao patamar de país rico.

Outro exemplo é a Finlândia, era um país pobre e com sua população toda voltada para a zona rural. Hoje é uma população rica e baseada na educação, sendo que 100% de todos os professores da rede primária têm mestrado. Aliás, 40% dos celulares do mundo são fabricados lá, na Nokia.

Não existe nenhuma providencia organizada e sistemática no sentido de tentar resolver o problema da violência no país. Essa providencia deverá ser tomada a partir do momento em que o governo federal priorizar a educação. Caso contrário, a tendência é a próxima geração ficar ainda mais violenta que a atual.

Para a educação melhorar no Brasil, o primeiro passo é o professor ser preparado na ótica do estadista. O professor que não tiver alma de estadista será um péssimo profissional. Tem professores que ganham pouco, mas se preparam e desenvolvem suas atividades com afinco e determinação. Esse é o perfil do estadista, mas tem alguns que “fingem que dar aula, e o estado finge que paga”.

João Matheus Feitosa é editor do blog www.politicosdosuldabahia.com.br

7 Responses to A EDUCAÇÃO É A SOLUÇÃO PARA A ONDA DE VIOLÊNCIA NO BRASIL

  1. ELEITOR CONSCIENTE disse:

    Meu caro Mateus.
    Conceitue educação antes de começar um texto sobre esse tema. As variáveis para a violência são de uma complexidade sem precedentes. Sem duvidas que a educação em qualquer país foi e será fundamental para o desenvolvimento de um povo. Mais me pergunto: de onde sairia milhares de reais para campanha?? para compra de “cabos eleitorais”? para pagamentos de subornos aos diversos partidos para apoios? para a mídia que aproveita o momento para buscar o que não conseguiu durante os quatros anos?? será que não seria da educação, saude, infraestrutura, etc, etc??? e que de fato a mídia tem feito, além de anunciar de 1 ou 2 minutos em horário nobre?? quanto custaria essa guerra de vaidade para divulgar aqui no partal quem trouxe a ufesba??? será que não será recursos que deveriam ir para essas áreas tão necessárias??? vamos pensar com seriedade e deixarmos de hipocrisia, não saindo além de texto. o que esse país produz de texto, já deveria termos índices melhores, no entanto…. ufffaaa isso cansa.

  2. MARCOS SILVEIRA disse:

    Querido amigo Matheus divulgue a goleada de 6×0 que DR.MARDES aplicou nos BICUDOS.

  3. Paulo Caminha disse:

    Senhor Mateus,

    Em vez dessa ridícula campanha pelo desarmamento do povo ordeiro, devia proceder-se a uma reforma da lei criminal.

    Onde já se viu menor de idade poder matar gente sem responsabilidade penal?

    O policial não pode nem olhar de cara feia para um deles, que perde a farda. E o resultado está aí aos olhos.

  4. Paulo Caminha disse:

    Violência em Itabuna

    A cada dia aumenta aqui em Itabuna, e em proporções alarmantes, sem que a Câmara Municipal apresente seu protesto, em nome da população, aos responsáveis pela feitura das leis do país.

    Na propaganda política, nenhuma preocupação com a violência que toma conta das ruas do país, se fosse um problema de menor importância. Ou nenhuma.

    Se ainda não chegamos a ser uma terra inabitável, falta muito pouco. Vive-se, neste país, sob a influência do medo.

    Por outro lado, não se cobra dos legisladores (deputados e senadores) a feitura de um código que traduza os anseios da sociedade brasileira. A cada dia acuada.

    Deputado não serve para nada, e se serve, devia ao menos mudar a legislação criminal do Brasil, em nome do bem-estar da sociedade que lhe paga as mordomias.

    (Por Paulo Caminha, jornalista)

  5. OSIAS LOPES disse:

    Concordo inteiramente.

    Somente com EDUCAÇÃO uma sociedade pode alcançar progresso e desenvolvimento.

    O Brasil precisa investir em EDUCAÇÃO não somente os 10% (dez por cento) reclamados pelos estudantes, e sim, na situação em que se encontra, NO MÍNIMO, o dobro disso, para se ter e se enxergar, E F E T I V A M E N T E, a EDUCAÇÃO como uma prioridade.

    O Brasil precisa, pois, de inevestimentos significativos em EDUCAÇÃO, depois, em EDUCAÇÃO, e mais EDUCAÇÃO.

    A EDUCAÇÃO é a única saída, única alternativa, a única solução.

    O exemplo e a prova disso estão espalhados por vários países do mundo.

  6. Zumbi disse:

    Parabenizo o Mateus por sua bem escritas palavras, tenho reservas sobre certos aspectos, mas é muito bom ler algo inteligente e racional.
    Desejo saúde ao Mateus e sua família´.

  7. Itabuna na lama... disse:

    Sendo que o sistema politico e social brasileiro esta falido, acredito que a solução para uma sociedade decadente, como a nossa, é Jersus e mais nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>