WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
prefeitura de ilheus lojas buriti itacare camara itabuna prefeitura porto seguro prefeitura itabuna vida memorial hospital fundacao jose silveira policlinica pontal ilheus pm ilheus



uniftc

shopping jequitiba

CONVIDADA SOFRE ACIDENTE EM FESTA DE FORMATURA

No último sábado aconteceu uma formatura em Ilhéus e no momento da “chuva de prata” aconteceu um pequeno acidente. Uma convidada foi atingida e sofreu uma hemorragia no olho.
.
Ela teve que ser levada ao hospital para receber cuidados médicos. A família da vítima já declarou que vai processar a empresa que organizou a festa.
.
Literalmente essa formatura não teve muita energia positiva, já que após a formatura uma mãe de uma formanda morreu em um acidente automobilístico.

14 respostas para “CONVIDADA SOFRE ACIDENTE EM FESTA DE FORMATURA”

  • cidadão disse:

    a empresa não tem nada a ver,foi uma convidada da festa que estorou um confete e pegou no olho da convidada, não foi a chuva de prata que acontece no final da colação, pois a chuva de prata oficial acontece no palco so para os formandos.

  • Georgia disse:

    è pimenta nos olhos dos outros é refresco..Neguinho não tem ideia a dimensão da gravidade do ocorrido.

  • Oscar Licancio disse:

    Essa empresa tem atração por acidentes fatais, lembram das meninas que morreram na aula da saudade, foi a mesma empresa que organizou. Agora morre mais uma pessoa em festa organizada por eles, sem falar na moça que pode ficar cega. Tomem um banho de sal grosso.

  • Familia disse:

    Hora nenhuma a familia sitou essa hipotese de processar a empresa responsável pelo evento(Terceira Via). A unica decisão da familia foi lutar para que esse tipo de produto não seja usado mais em nenhuma formatura. Por pouco a pessoa não perdeu a visão. O caso foi realmente grave. Como a UESC já proibiu, a FTC e outras instituições devem coibir esses atos. A indignação é que a pessoa que estorou o confete nem se quer procurou saber se estava bem. Ficou como se nada estivesse ocorrido.

  • jéssica disse:

    A empresa em momento algum tem culpa desses fatos ocorridos e por sinal é uma empresa muito competente

  • família disse:

    Não foi a chuva de prata e sim confetes que os convidados estouraram durante a entrada das formandas

  • família disse:

    Em momento algum a familia relatou processar a empresa organizadora do evento. Apenas estamos mobilizando a faculdade para que seja proibida esse tipo de baderna em uma cerimônia de colação de grau. A indignação da família é porque a pessoa responsável pelo fato ocorrido nem se quer procurou pedir desculpas e saber se estava tudo bem, simplesmente por covardia se escondeu.

  • joao victor disse:

    espero que esse tipo de arma nao seja usado em ocasioes importantes ou nao pq uma cerimonia acaba virando baderna. E a essa pessoa que estorou o confete tenho a dizer pra ela tomar vergonha na cara e ter a coragem de assumir seus atos e saber ter solidariedade para com as pessoas*.

  • José Neto disse:

    É lamentável o ocorrido… A moça se prepara para sua formatura, sonha com aquilo e é surpreendida com um ”tiro” de confetes no olho.
    Todo mundo

  • José Neto disse:

    Muito Bom Dia.

    É lamentável o ocorrido… A moça se preparou para sua formatura, sonhou com aquilo e foi surpreendida com um ”tiro” de confetes no olho.
    Todo mundo QUE TEM EXPERIÊNCIA com eventos sabe do potencial de ferimento que esses ”artefatos” tem e por isso não o utilizam.
    Em locais fechados com pessoas a menos de um metro quadro umas das outras, como é o caso de uma colação de grau, é estritamente proibido o uso desses materiais de alto risco.
    A responsabilidade objetiva é da empresa ”organizadora”.
    Vamos fazer uma simples analogia:
    Se eu sou um médico e sei que o uso de certo medicamento causará prejuízos à saúde de meu paciente é claro que tenho a obrigação de alertá-lo sobre os seus malefícios e encaminhá-lo ao tratamento adequado.
    Portanto, antes mesmo do ocorrido teria que preceder, por parte da empresa, se a mesma tivesse conhecimento e preparo em eventos, a competência de informar aos formandos os males que aquele ”artefato” poderia causar.
    Precisou uma formanda ser atingida para a empresa entender que não poderia ter permitido esse tipo de material em solenidades. Precisou uma pessoa ser ferida para os mesmos adquiriem experiência? Nessa linha de raciocínio algo sempre aconteçerá para a empresa aprender. Só não se sabe quem nem quantos serão prejudicados.
    A irresponsabilidade da empresa é clara. Se a moça perdesse a visão? E se um mal maior tivesse acontecido com ela?
    Isso cabe ação sem dúvida.
    Hoje em dia todo mundo faz evento. Virou bico. As pessoas não se preparam, não estudam, não se profissionalizam e utilizam como teste as pessoas que sonham.
    Muito indignado.

    P.S.: Tenho dois filhos na faculdade que não se formarão,com certeza, com essa empresa

  • José Neto disse:

    Desculpem ter trocado o ocorrido com uma convidada por uma formanda no relato acima. Porém, a ordem dos fatores não altera nem minimiza os fatos. Seja convidada ou formanda aconteçeu com um ser humano que estava no local do evento.
    A convidada estava dividindo com um formando o momento de ralizãção de um sonho.

  • Adamastor disse:

    Essa empresa (Terceira Via)contava com a sorte o tempo todo, sem nenhuma experiência no ramo resolveram arriscar e se deram mal. eles foram em minha turma apresentar o trabalho e falaram mais do trabalho de outra empresa (esculhambaram)do que do próprio. Agora tão recebendo o que merecem…aqui se faz…

  • Cidadão disse:

    O interessante de parte dos comentários é que esqueceram de avisar que esse BLOG tem ligação com donos empresa concorrente de formatura.
    Isso sim é que Jornalismo de verdade, imparcial e verdadeiro.
    E sobre o comentário do nosso amigo cujo suposto nome é José Neto, o que virou BICO, foi ser jornalista e BLOGUEIRO, qual um pode ser hoje sem no mínimo averiguar qualquer verdade e o pior sem possuir diploma de curso superior.

Deixe seu comentário

vida med

vida + med


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia