shopping jequitibá

ITABUNA: O “BOI” DO HOSPITAL DE BASE

Na manhã desta terça-feira quem chegou ao hospital de Base de Itabuna foi surpreendido com um “boi preto”. O animal estava degustando um “mato” da entrada da unidade hospitalar. Pelo jeito o More »

ITABUNA: A NOVELA DA REFORMA DO CENTRO DE CULTURA

Até o momento o governo do estado não conseguiu encerrar a reforma do Centro de Cultura Adonias Filho, em Itabuna. A obra que estava prevista para ser finalizada em 2013, até o More »

ITABUNA: POLICIA CIVIL DEVERÁ INVESTIGAR “SUMIÇO” DE APARELHOS DO HOSPITAL DE BASE

Em Itabuna o diretor do Hospital de Base, Paulo Bicalho, está apurando o “desaparecimento” de quatro aparelhos respiradores pulmonares. Desde a última quarta-feira que está sendo realizada uma busca no interior de More »

 
whatsapp

prefeitura de buerarema




DCE DA UESC CONSEGUE MAIS UMA VITÓRIA PARA OS ESTUDANTES

A partir desta segunda-feira, 10 de outubro, o Restaurante Universitário da UESC servirá refeições ao custo de 1 real para os estudantes de graduação. A Portaria 1498/2011 da universidade regulamenta o subsídio da alimentação. A luta pela oferta de refeição a preço acessível é uma antiga reivindicação dos estudantes da UESC.

A conquista de recursos que garantissem esse subsídio ocorreu durante o período de greve da UESC. O DCE Livre Carlos Marighella esteve presente por diversas vezes em manifestações e mesa de negociações com a Secretaria de Educação da Bahia reivindicando soluções para as principais pautas dos estudantes da UESC, em especial, a Assistência Estudantil.

O acordo firmado pela SEC e DCE UESC garantiu o repasse de verbas para a Universidade ainda no ano de 2011, com o objetivo único de oferecer melhores condições para os estudantes da universidade.

“Essa é uma vitória do DCE UESC e de todos os estudantes. Mas a luta não para por ai e está longe de chegar ao fim. Mais um passo foi dado a fim de garantir a permanência estudantil, pois já conquistamos a Bolsa de Permanência, Bolsa Auxílio Moradia e a construção da Residência Universitária, que será iniciada no ano que vem” afirma Thiago Fernandes Presidente da entidade.

MÉRITO EDUCACIONAL FTC HOMENAGEIA 35 EDUCADORES

Quem vive em Itabuna ou em algumas cidades da Costa do Cacau, talvez, ainda traga viva na memória imagens que o tempo não conseguiu apagar: professoras utilizando jumentos como meio de transporte ou caminhando léguas para chegar às escolas da zona rural. Outros sendo precursores na disciplina de educação musical, ou ainda, dezenas de outros educadores que com coragem e determinação foram responsáveis pela educação de milhares de cidadãos grapiúnas.

Se mergulharmos um pouco mais na história, veremos passar como filme em preto e branco, ou quem sabe em cores, cenas que foram protagonizadas por mestres na arte de saber disseminar saberes, ao ponto de transportar outros homens e mulheres à luz do conhecimento. Essa, pode não ser a “mais perfeita tradução” do que foi o desenvolvimento da Educação Grapiúna nas últimas oito décadas, pois cada um traz dentro de si imagens presas à memória, transformadas em sentimentos de gratidão aos professores e professoras que marcaram suas vidas, seja na educação infantil, na educação fundamental ou no ensino superior.

Foi querendo trazer à luz essas cenas e esses atores que a Faculdade de Tecnologia e Ciências instituiu o Mérito Educacional FTC e fará a concessão da condecoração aos 35 primeiros homenageados, em solenidade a ser realizada na próxima segunda-feira, 10, na AABB Itabuna. A iniciativa está prevista no Regimento Interno da Faculdade e faz parte das comemorações dos 10 anos de implantação do campus da Instituição de Ensino Superior (IES) no Sul da Bahia e pelo Dia do Professor – 15 de outubro.

O propósito é resgatar e preservar a memória da educação regional, homenageando os principais protagonistas na construção da história do ensino no Sul da Bahia, seja no nível superior, na educação fundamental ou básica. A princípio, serão agraciados educadores eméritos que, após longos anos dedicados à prática docente, ainda são referência para diversas gerações.

HORÁRIO DE VERÃO SÓ É BOM PARA OS EMPRESÁRIOS

Após oito anos de fora do horário de verão, os relógios na Bahia terão de ser adiantados em uma hora a partir da zero hora do próximo dia 16 de outubro.

No entendimento do Sindicato dos Comerciários de Itabuna, a decisão do governador Jaques Wagner, anunciada no dia 03 de outubro, foi unilateral e danosa para os trabalhadores, especialmente os comerciários, que chegarão mais cedo e sairão mais tarde do serviço.

O diretor do Sindicato, Jairo Araújo, explica que a extrapolação da jornada de trabalho sem o devido pagamento das horas extras é uma prática recorrente entre os lojistas da cidade. “Há lojas que até hoje não pagaram as horas extras do período especial de Natal de 2010!”, denuncia.

Apesar de o Código de Postura do Município determinar que o comércio feche às 18 horas, é comum ver lojas funcionando todos os dias até às 19. “Nenhuma loja vai querer fechar em plena luz do dia, e os comerciários serão obrigados a trabalhar até às 20 horas”, prevê o sindicalista.

Empresários felizes – Na Bahia, a economia de energia com o horário de verão não chegará a 1%, mas a medida deixou os empresários “muito contentes”, pois, segundo o presidente do Fórum Empresarial da Bahia e 1º vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), Vítor Ventin, “a Bahia vinha perdendo negócios ao longo dos anos”.

Ou seja, enquanto o trabalhador terá que adaptar seu relógio biológico, correr risco com a insegurança que toma conta de Itabuna e trabalhar de graça, os empresários baianos soltam fogos com a atitude antidemocrática do governador Jaques Wagner. “Foi uma decisão infeliz, mas o Sindicato dos Comerciários, a CTB e demais entidades classistas se mobilizarão para reverter esta situação”, avisa Araújo.

Com Informações de A Tarde Online

CAVALGADA ECOLÓGICA NA TERRA DO FORRÓ


.
Estimular as atividades culturais do município, a difusão das festas de vaqueiro na região e as ações ligadas à cadeia produtiva da pecuária. Esse é o principal objetivo da Cavalgada na Terra do Forró, que enaltece a labuta do vaqueiro, do boiadeiro e do tropeiro. O evento será realizado de 15 a 16 de outubro, partindo do S.A. Ranch, em Ibicuí.

Nesta terceira edição da cavalgada, será feito um evento temático com enfoque ecológico, apresentando o tema “Projeto Mata Ciliar, uma campanha de recuperação da vegetação”.

Durante o trajeto, haverá algumas paradas programadas, onde a comissão de frente comandada pelo pecuarista Luiz Andrade irá plantar mudas de espécies nativas da Mata Atlântica. A intenção é promover a recomposição da mata ciliar, beneficiando o meio ambiente e toda população de Ibicuí e região.

ITABUNA: SUCESSÃO NA SANTA CASA VIRA GUERRA SANTA

O jornalista e articulista político Eduardo Anunciação, do Jornal Diário Bahia, escreveu na coluna de quinta-feira, que a sucessão para a provedoria da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna virou uma Guerra Santa, com o candidato Silvane Chaves evangélico e Erick Ettinger católico.

O que ele quis dizer com isso? Com a palavra, Eduardo Anunciação.

ILÊ AXÉ IJEXÁ SEDIA CONFERÊNCIA LIVRE DOS POVOS DE TERREIRO EM ITABUNA


.
Três importantes terreiros de candomblé de Itabuna – Ilê Axé Ijexá, Ilê Oyá Funké e Ilê Iyá Omi – estão realizando, neste sábado (08), a Conferência Livre de Povos de Terreiro. O evento tem como objetivo congregar praticantes de religiões de matriz africana para discutir suas prioridades coletivas, diante das políticas públicas.

Os participantes vão se reunir no Ilê Axé Ijexá, situado na Rua Getúlio Vargas, 642, bairro Santa Inês, das 9 às 17 horas. A recepção inclui café da manhã e está programada para as 8 horas. Em seguida, a babalorixá Ajalá Deré proclama a “fala inspiradora” da conferência.

As discussões coletivas serão dividas em dois grupos. O primeiro grupo reúne-se às 10 horas para debater sobre o tema “Identidade afrodescendente religiosa” e o segundo grupo junta-se às 15 horas para deliberar sobre “Patrimônio e espaço físico das Casas Religiosas de matriz africana”.

Além das discussões, a Conferência Livre de Povos de Terreiro inclui atividades culturais e orações. O encerramento está programado para as 17 horas.

NOTA DE PESAR

O SINEC, vem a público manifestar o pesar pelo falecimento do empresário MARTIAL BATISTA CÂMARA, diretor da BITSHOP IND.,COM., EXP. E IMP. LTDA (Bitway), ocorrido manhã desta 6ª feira, 07 de outubro de 2011, na cidade de Salvador – BA.

Empreendedor por natureza, MARTIAL era sócio e fundador da BITWAY, empresa que orgulhava-se em classificar como “genuinamente ilheense”.

Em nome da diretoria e de todos os associados do SINEC, transmitimos nossas condolências aos seus familiares e amigos.

ITABUNA:PREFEITO INSPECIONA OBRAS E ANUNCIA AÇÕES NO NOVO LOMANTO

O prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, vistoriou, em companhia do secretário de Desenvolvimento Urbano, José Alencar, e de técnicos do governo, as obras de uma ponte em fase de conclusão na Rua Manoel Chaves, no bairro Novo Lomanto. Durante a vistoria, Azevedo anunciou a elaboração de projeto para construção de outra ponte na rua São Geraldo, além de um plano para o desassoreamento e limpeza do ribeirão Burundanga, o que acabaria com o problema dos alagamentos e enchentes naquela região.

Moradores da comunidade aproveitaram a presença do prefeito para sugerir intervenções de infraestrutura, principalmente relativas ao saneamento básico e à urbanização. Azevedo declarou que todas as solicitações serão objeto de estudo e entrarão no planejamento da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur). A ponte que está sendo construída tem conclusão estimada para um prazo de 15 dias.

Segundo o diretor de Projetos e Engenharia da Sedur, Sóstenes Vilas Boas Souza, a ponte da rua Manoel Chaves tem um vão de cinco metros e dez de largura, capacidade de até 45 toneladas. A obra foi incluída num pacote que contemplou outra ponte já concluída no bairro São Caetano e uma terceira projetada para o Gogó da Ema, com um custo total de R$ 150 mil. Souza explica que, além da ponte do Novo Lomanto, a Sedur vai realizar, em parceria com a Emasa, estudos para a melhoria da infaestrutura e urbanização das ruas Manoel Chaves e São Geraldo.

FORMANDOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA UESC PROMOVEM “ACORDES EM CORES”


.

A turma do curso de Comunicação Social 2011. da Universidade Estadual de Santa Cruz realiza no próximo dia 7 de outubro, a partir das 20 horas, no Teatro Municipal de Ilhéus, o Festival Acordes em Cores, que terá um show com Brena Gonçalves e o grupo Soma3.

O festival “Acordes em Cores” é uma mistura de música e arte, que tem como principal objetivo a valorização e divulgação de cantores e artistas regionais. Além dos shows acontecem a exposição fotográfica “Em Cantos da Bahia” de Felippe Thomaz, a exibição do curta-metragem “A Fórmula” do diretor Henrique Filho (ex-aluno do curso de Comunicação Social) e mostras de vídeos de estudantes do curso de Comunicação da UESC.

A coordenação do festival, que tem o apoio da Formandu´s Eventos e Formaturas, é da Comissão de Formatura do curso de Comunicação Social da Uesc, com o objetivo de arrecadar recursos para as solenidades de colação de grau e o baile.

“Com o evento, buscamos a integração entre amantes da cultura em toda a região, integrando ainda mais os estudantes com a comunidade”, explica a estudante Larah Sobral. As pessoas terão acesso às mostras dos vídeos a partir das 17 horas às 19 horas e exposição fotográfica estará disponível para o público durante todo o período do evento.

Os ingressos podem ser adquiridos no curso de Comunicação Social da Uesc e no Teatro Municipal de Ilhéus.

GREVE AJUDA OS BANCOS

Os sindicatos dos bancários, uma profissão em extinção, deveria mudar seus métodos e metas. Hoje, a maioria das pessoas e empresas pode viver sem as agências, usando a internet, os caixas eletrônicos e cartão de débito. Eu mesmo só piso no banco para visitar o gerente ou se preciso fazer um saque acima do limite dos caixas eletrônicos.

Minhas contas, pago pela internet ou com cartão de débito, não uso cheque. Não sou o único, somos muitos. Por isso fechar agências não faz o mundo parar, como antes. Ao contrário, significa boa economia para os bancos, cuja meta é fechar todas as agências que puder.

De quebra, incentiva o cliente “boca de caixa” a aprender a gostar de usar os meios eletrônicos. Por isso mesmo, a meta dos sindicatos deveria ser impedir demissões e garantir correção da inflação. Acima disso, só dão combustível para a alegre fogueira dos banqueiros.

A cada greve, mais clientes passam a usar os meios eletrônicos, reduzindo toda a necessidade de funcionários. Os prejudicados pela greve dos bancários não são os banqueiros, mas as empresas, que sofrem atrasos graves nos recebimentos e são obrigadas a atrasar seus pagamentos.

O que pode sobrar para os funcionários, se não houver dinheiro para os salários. Ou seja, os “companheiros” bancários acabam prejudicando os “companheiros” que operam em empresas. Além disso, este papo flácido de que “com aumento de salário o cliente recebe um atendimento melhor” nunca se comprovou na prática.

Quem atende bem, faz isso com ou sem aumento. Os estressados e mal educados continuam atendendo mal, seja com salário baixo ou alto. Não sou contra a greve, mas ela devia ser último recurso e não o primeiro, como hoje fazem os sindicatos.

Toda greve coloca os interesses pessoais de um grupo à frente do direito da maioria em receber os serviços.

Por Marcel Leal do Jornal “A Região”.

Páginas: Anteriores 1 2 3 ... 804 805 806 807 808 809 810 ... 1459 1460 1461 Próximos