WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom bahia prefeitura ubaitaba prefeitura buerarema prefeitura urucuca


whatsapp
prefeitura jussari



ITABUNA: MUNICÍPIO REABRE PARTE DO COMÉRCIO NESTA SEXTA-FEIRA

buri

A cidade de Itabuna permitiu a reabertura de uma parte do comércio a partir desta sexta-feira (27). Alguns estabelecimentos já eram exceção e estavam autorizados a permanecer abertos.

A intenção é permitir que clientes comprem produtos básicos e fomentar a economia.

As Lojas de material de construção vão funcionar em horário reduzido e com vigilância sanitária. O funcionamento será das 9 as 15 horas, com funcionários reduzido e com limitação na quantidade de clientes na loja. A avaliação é que mesmo na quarentena muitas pessoas precisam comprar produtos deste seguimento, como bomba de água, chuveiro e etc.

Segundo informações, a Comissão de Enfrentamento e Prevenção ao COVID-19 teria sugerido essa possibilidade ao prefeito, que acatou a sugestão.

ITACARÉ PERMANECE EM ALERTA, MESMO SEM CASOS CONFIRMADOS DE CORONAVÍRUS

Itacaré 1

O município de Itacaré continua em estado de alerta e adotando todas as medidas necessárias de prevenção ao coronavírus, mesmo não tendo sido registrado até o momento nenhum caso confirmado da doença na cidade. A Secretaria Municipal de Saúde divulgou na manhã desta sexta-feira (27) um novo boletim onde consta que dos sete casos suspeitos de coronavírus, todos foram negativos.

Na tarde desta quinta-feira três novos exames foram coletados e enviados para o Laboratório Central de Saúde Pública(Lacen), em Salvador, e agora aguarda os resultados. A Prefeitura de Itacaré também encaminhou um ofício ao Governo do Estado da Bahia solicitando o envio de mais kits para a coleta de exames para que o município possa fazer a coleta com mais rapidez de todos os casos considerados suspeitos.

Mesmo sem casos registrados da doença, o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, reafirmou que o município vai continuar com todas as medidas de proteção e vigilância contra o coronavírus. Ele solicitou que a comunidade continue em estado de alerta, principalmente nesse momento onde as projeções mostram que será o pico da contaminação do coronavírus em todo o Brasil. Uma das medidas para evitar que o coronavírus entre na cidade foi a criação da barreira sanitária no quilômetro-06, fazendo a medição de temperatura e evitando a entrada de pessoas com casos suspeitos da doença.

De acordo com o prefeito de Itacaré, é preciso redobrar os cuidados e por isso o comitê de monitoramento permanece em alerta, orientando a comunidade sobre como se prevenir contra o COVID 19 e as medidas que devem ser adotadas em casos suspeitos da doença. Paralelo a essas ações, também foram publicados decretos com uma série de medidas que visam prevenir, combater a proliferação do coronavirus e evitar o contágio da doença, garantindo a saúde e o bem-estar da população.

Itacaré também conta com um Centro de Informações do Coronavírus, uma unidade que tem como principal objetivo atender as ligações e prestar orientações aos pacientes com suspeitas de contágio com o COVID 19. A unidade funciona na Praça da Bíblia e atende à comunidade através do telefone/WhatsApp (73) 99995-7568.

CORONAVÍRUS: CARTA ABERTA DA ASSOCIAÇÃO DOS COMERCIANTES DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO DA BAHIA

91312128_2924065977651260_7227210493398614016_o

A Associação dos Comerciantes de Material de Construção (Acomac Bahia) segue atenta aos desdobramentos desta grave crise que se abateu sobre o nosso país e com o objetivo de participar ativamente da campanha de enfrentamento da situação provocada pela circulação do Covid-19 (novo coronavírus) no Estado está mobilizando seus associados para que intensifiquem nas suas empresas as boas práticas de prevenção junto a seus colaboradores, clientes e fornecedores, bem como intensificar a higienização de todos os equipamentos que possibilitem eventual contaminação, para evitar a proliferação do vírus.

Além disso, a Acomac Bahia está estimulando seus associados a tomarem medidas de contingenciamento dos seus negócios com a finalidade de diminuir o fluxo da contaminação, tais como: restrição no horário de funcionamento, liberação dos funcionários que se enquadram no grupo de risco, alternar os dias de trabalhos para aqueles que dependem de transporte público, férias, dentre outras medidas para manter o atendimento essencial para toda a sociedade.

Apesar dos riscos envolvidos, as lojas de materiais de construção são fundamentais e de primeira necessidade, diante do confinamento e isolamento social por tempo indeterminado.

A população precisa ter à sua disposição condições seguras de habitabilidade residencial, que lhe permitam conforto e situações básicas de higiene e manutenção das suas moradias.

Os países europeus, também afetados pelo coronavírus, atribuíram a essencialidade das lojas de materiais de construção para garantir a oferta de produtos fundamentais para o perfeito funcionamento de uma residência.

O que fazer diante de um vazamento provocado pela ruptura de alguma tubulação, quando lavar bem as mãos pode fazer toda a diferença?

O que fazer diante a uma pane na rede elétrica da casa por um disjuntor queimado?

Como resolver o problema de uma resistência de chuveiro queimada?

Sem falar da utilização de todo este tempo confinado nas residências para realização de pequenas melhorias adiadas por falta de tempo.

Mas não apenas as necessidades particulares dos lares justificariam a abertura das lojas de material de construção, mas todos os negócios considerados essenciais, e, em pleno funcionamento, como hospitais, supermercados, padarias e postos têm uma alta probabilidade de necessitarem dos materiais de construção.

Portanto, e, principalmente, com esse pleito, a Acomac Bahia busca garantir que o impacto na qualidade de vida dos baianos seja minimizado ao assegurar as condições para se manterem em suas residências com toda segurança, conforto e bem-estar.

IBICARAÍ: PREFEITO PARTICIPA DA ENTREGA DE 73 TABLETS PARA OS ACS

EQUIPE DE ACS

O prefeito de Ibicaraí, Lula Brandão, participou no início da tarde de hoje, quinta-feira, 26 de março, no prédio da Secretaria Municipal de Saúde, da entrega de 73 tablets da marca Samsung TAB A, para os Agentes Comunitários de Saúde (ACS). Na oportunidade o prefeito estava acompanhado da secretária municipal de Saúde Jamylly Silva de Oliveira, da coordenadora da Atenção Básica, Maíra Cardoso, da supervisora da Atenção Básica, Maiane Almeida e diversos ACS.

Os 73 novos tablets atenderão a todos os ACS e vão substituir os antigos, que já estavam obsoletos. De acordo com a coordenadora Maíra Cardoso, a Secretaria Municipal de Saúde está instalando o programa Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) em todas as Unidades Básicas de Saúde do município e os ACS poderão interagir com o novo sistema. “O ACS vai poder coletar mais dados e enviar via internet a partir de qualquer ponto de wifi”, disse Maíra.

O prefeito Lula Brandão fez questão agradecer a equipe da Saúde pelo empenho e a força tarefa montada contra a crise do COVID-19 (Coronavírus) e todas as medidas adotadas e que estão dando certo. Brandão falou da importância desses novos equipamentos que irão substituir os anteriores que já estavam obsoletos. “Nossos ACS precisam estar preparados e bem equipados para fazerem o melhor no dia a dia. Esses novos tablets vão ajudar muito na coleta de dados e trará mais rapidez para nossa secretaria”, disse o prefeito.

O ACS Júnior lembrou que o antigo tablet não suportava o novo aplicativo do Ministério da Saúde. “Esse novo equipamento vai facilitar o cadastro das famílias do nosso município e a atualização dos dados junto a nossa Secretaria de Saúde e o MS”, disse o ACS.

Por último foi entregue os tablets para os ACS Deiza, Simone, Robson, Welber e Júnior, da USF Henrique Pimentel, da Vila Emílio Izabel.

ILHÉUS: SESSÃO QUE VOTARIA O USO DE CRÉDITO ESPECIAL PRÉ-SAL É ADIADA PARA 1º DE ABRIL

A sessão extraordinária, que seria realizada na sexta-feira (27), foi adiada e será realizada no dia 01 de abril às 10h no Salão Nobre do Palácio Paranaguá.

A sessão terá a finalidade debater o Projeto de Lei 010/2020, que dispõe sobre a Abertura de Crédito Adicional Especial até o valor de R$ 9.500.000,00 (nove milhões e quinhentos mil reais) para inclusão de dotações no orçamento atual.

O PL é de autoria do Poder Executivo. O recurso é oriundo da cessão onerosa do pré-sal e está na conta do município desde 31 de dezembro de 2019 e depende de autorização legislativa para ser utilizado.

Conforme o disposto na Lei 13.885/2019, que definiu a divisão e distribuição da cessão onerosa do pré-sal, o recurso só pode ser aplicado em investimento. O Executivo Municipal sinaliza no projeto que os recursos serão aplicados em obras de pavimentação, drenagem, requalificação dos morros entre outros.

Também serão votados o Projeto de Lei 011/2020, que proíbe o corte de fornecimento dos serviços públicos de energia elétrica, telefonia, gás e de água e esgoto, prestados ao consumidor, durante o estado de calamidade pública reconhecida pelo Congresso Nacional e o Projeto de Lei 012/2020, que altera o artigo 48 da Lei 3.709 de 25 de abril de 2014 e fixa outras providências. Ambos são de autoria do Legislativo.

ILHÉUS: SEGUNDO CASO DE COVID-19 CONFIRMADO É IMPORTADO DE OUTRO ESTADO

 

Sede da Secretaria de Saúde de Ilhéus - Secom

No final da tarde desta quinta-feira (26) a Secretaria de Saúde de Ilhéus (Sesau) informou o segundo caso confirmado de coronavirus, importado de outro Estado. De acordo com o setor da Vigilância Epidemiológica do município, o paciente, do sexo masculino, participou de uma atividade profissional de treinamento fora da Bahia em que estiveram reunidas várias pessoas, voltou infectado e procurou o serviço de saúde para fazer a testagem.

“A empresa comunicou ao funcionário que pessoas que participaram do treinamento testaram positivo para o Covid-19. Com sintomas como tosse e dor de garganta, apenas, pelo histórico de contato e sintomas, foi realizada a testagem, que deu positivo”, explicou uma servidora da Sesau. O órgão destaca que esse caso é de um paciente infectado em outro Estado, com transmissão comunitária comprovada, sendo, dessa forma, um caso importado.

O paciente encontra-se em isolamento social. O prefeito Mário Alexandre ressalta a importância da população respeitar a quarentena para evitar mais casos de coronavirus na cidade. No entanto, não há motivo para pânico.

Boletim Covid-19 – Hoje Ilhéus possui dois casos confirmados de coronavirus. O acompanhamento de confirmações, casos descartados, suspeitos, números de atendimento e números de trotes, é feito pela Central Covid-19 da Sesau no atendimento à população. O órgão informa que o boletim diário emitido Central Covid-19, não possui dados cumulativos, uma vez que os resultados não chegam no mesmo dia. A Vigilância Epidemiológica explica que tem pessoas que ligam para tirar dúvidas, fazer denúncias e esses atendimentos precisam ser computados, mesmo que não se enquadrem em nenhuma das categorias de casos confirmados, descartados, suspeitos ou trotes.

Confira o boletim da Central Covid-19 da Sesau desta quinta-feira (26):

Casos confirmados: 02

Descartados: 36

Suspeitos: 41

Atendimento: 107

Trotes: 04

ITABUNA: MUNICÍPIO TEM 191 CASOS SUSPEITOS DE CORONAVÍRUS

91469171_2924332844291240_3624835660612894720_o

O município de Itabuna divulgou nesta quinta-feira (26) os dados da situação epidemiológica. São 191 pacientes suspeitos em monitoramento; 59 foram notificados e coletados exames.

Até o momento 37 Pacientes foram descartados laboratorialmente, 20 aguardam resultado de exames e 2 casos foram confirmados de COVID-19.

UNIFTC PARTICIPA DE PROJETO DE COMBATE AO CORONAVÍRUS

Imagem-padrao-portal-novo-coronavirus-covid19-360x240

Estudantes do internato de Medicina da UniFTC integram uma força-tarefa criada por diversas instituições de ensino e pesquisa com o intuito de minimizar os impactos do Novo Coronavírus (COVID-19) na Bahia. Trata-se do Disque Coronavírus 155, que tem como proposta criar uma central, via web e telefone, para atuar nas orientações à população e triagem de casos suspeitos.

A iniciativa é coordenada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Universidade Federal da Bahia (UFBA), em parceria com a UniFTC e outras instituições públicas e privadas do estado. Estudantes que estão na fase de internato, supervisionados por médicos, podem ser contatados, gratuitamente, pelo número 155, para auxiliar a população.

“Tentando antever a sobrecarga de uso dos serviços de saúde pública, tentou-se utilizar de conhecimentos da telemedicina para coordenar ações de informação à sociedade no que diz respeito a orientações concretas sobre quando o usuário deve procurar o serviço de saúde em caso de contato com pessoas infectadas ou pessoas que apresentam sintomas”, explica o médico e professor Aquiles Camelier, representante da UniFTC na iniciativa.

Com essa justificativa, a ação deve reduzir o deslocamento desnecessário de pessoas que suspeitam estar com Coronavírus para unidades de atendimento de saúde, diminuindo assim a possibilidade de contaminação comunitária. Apenas os casos mais graves serão encaminhados para receber atendimento presencial. Estão previstos 1.440 atendimentos por dia, por meio de ligações gratuitas e mensagens por aplicativo.

“A UniFTC abraçou a ideia e terá uma participação significativa”, destacou Camelier, que é coordenador do pilar de Clínica Médica do curso de Medicina do Centro Universitário.

BAHIA: FALA DE RUI COSTA CAUSA REVOLTA DOS PREFEITOS

eures

A reunião virtual do governador Rui Costa (PT) com os prefeitos causou uma grande insatisfação com os prefeitos. O presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro (PSD) declarou no grupo de prefeito que considerou a reunião uma “Tragédia”:

“ A UPB não fica sem resposta não, eu liguei para o governador e falei da insatisfação dos prefeitos. O governador prometeu conversar conosco amanhã no papo correria as 12 horas, e ser justo com os prefeitos. Eu liguei e falei a verdade para o governador, falei que os prefeitos tomaram medidas para proteger seu povo e sua gente e merece respeito do nosso governador. A primeira reunião virtual foi ótima, essa segunda foi uma tragédia, eu disse a ele que foi uma tragédia, não pode ficar como está”.

ENTENDA O CASO

A polêmica começou quando o governador Rui Costa sugeriu que as cidades que não registraram casos da Covid-19 não adotem medidas drásticas. Na conversa, Rui sugeriu que atividades como feiras livres sejam mantidas.

De acordo com o governador, algumas medidas foram adotadas apenas em municípios com caso de coronavírus confirmados, como o fechamento de terminais rodoviários.

“Em minha opinião, as restrições têm que ser progressivas e gradativas, de acordo com a evolução do surgimento de casos em cada um dos municípios. O fechamento dos terminais rodoviários, por exemplo, só determinei em cidades com casos confirmados”, disse.

NOTA DE APOIO DA AMURC AOS PREFEITOS

Crise das prefeituras une CNM e Amurc na defesa do municipalismo Foto Waldyr Gomes

Nos últimos dias tivemos depoimento dos chefes de Estado, da União e do Estado da Bahia, entes federados importantes na estrutura federativa do Brasil. Foi comum nas suas falas a solicitação para aberturas das atividades econômicas consideradas não essenciais neste momento de pandemia, expondo indevidamente os Prefeitos e Prefeitas nas suas decisões mais duras da sua vida.

Destacamos que nenhum decreto municipal deixou ser embasado em declarações, técnicas, científicas e de legislação específica, norteadores das decisões tomadas. Soma-se a esta decisão o fato de não possuirmos testes para atendimento de no mínimo dos pacientes considerados clinicamente suspeitos. Estes últimos sem comprovação por falta de testes, levando as autoridades a uma análise fria dos números que consideramos e denominamos de risco eminente. Veja o crescimento excepcional dos países antes e depois da ampliação de indivíduos testados.

O município é o primeiro ente federado atingido brutalmente por esta pandemia. É no município que as pessoas vivem e onde o comércio, os serviços e as indústrias funcionam. Será, portanto, na porta dos agentes públicos municipais que o cidadão irá buscar os primeiros socorros.

Assim, os gestores municipais, ao Decretar a Situação de Emergência e tomar as decisões recomendas pela Organização Mundial de Saúde – OMS, o fez com coragem e determinação. O retorno das atividades econômicas é urgente e necessária, para tanto, os municípios tem que minimizar os riscos, atestar 100% os casos suspeitos e manter as barreiras fitossanitárias nos acessos das cidades e distritos, criando uma zona de proteção e de segurança para o seu munícipe.

PEDIMOS APOIO INCONDICIONAL DA UNIÃO E DO GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA, POIS RECOMENDAR O RETORNO DESTAS ATIVIDADES SEM AO MENOS PROVER UM MÍNIMO DE SEGURANÇA, GERA RISCO E IRRESPONSABILIDADE, PREÇO ESTE QUE OS PREFEITOS (AS) NÃO QUEREM E NÃO VÃO PAGAR. ASSIM DECIDIMOS:

Em reunião por videoconferência, promovida pela Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano – Amurc, nesta quinta-feira, 26, os prefeitos decidiram pela manutenção dos decretos municipais até os seus vencimentos, tendo em vista a ameaça dos casos suspeitos de Coronavírus nessas localidades e que ainda não foram autorizados pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen) para análise.

A decisão em conjunto adotada pelos prefeitos de Itajuípe, Coaraci, Buerarema, Floresta Azul, Almadina, Ibicuí, Santa Cruz da Vitória, Ubaitaba, Santa Luzia e Jussari que deverá ser seguidas pelos demais prefeitos e prefeitas da região, vê a necessidade de manter o fechamento do comércio e garantir o funcionamento das Casas Lotéricas, agências bancárias e serviços essenciais, como mercados, farmácias e postos de gasolina.

Ainda ficou acordada para a maioria dos gestores a realização das feiras livres com distância entre as barracas e sem a participação de feirantes de outras localidades. Os decretos têm a duração de 15 dias e os gestores vão manter as barreiras sanitárias, instaladas nas entradas dos municípios visando controlar a entrada e a saída de pessoas.

Durante a reunião, os gestores reclamaram da falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para o uso das equipes que estão trabalhando na linha de frente de combate ao Coronavírus. Além disso, foi comum entre eles, a insatisfação com os governos Estadual e Federal sobre a falta de recursos financeiros e de material para que os municípios possam enfrentar a pandemia.

Todas as medidas adotadas em decreto atende a necessidade urgente de garantir a saúde da população, diante do aparecimento de novos casos. À medida que outras necessidades forem aparecendo, os prefeitos destacaram em reunião que podem ser adotadas outras posturas, em consonância com a realidade local e os interesses da população.

Por fim, estamos nos reunindo diariamente por meios eletrônicos, para atuarmos conjuntamente em prol do nosso povo.

vida med

vida + med

axe da sorte cap


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia