mater

O prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), anunciou na manhã desta sexta-feira, dia 22, a contratualização com o Instituto de Gestão Aplicada (I.G.A) para a compra de serviços pediátricos e obstétricos com a Maternidade da Mãe Pobre, situada no Loteamento Nossa Senhora das Graças. “A saúde não dá para esperar. Esta Maternidade funcionou durante muitos anos, um equipamento importante que serviu às mães carentes para dar à luz. E vai voltar a atender a população”, disse.

Augusto lembrou que a atual Administração municipal encontrou equipamentos importantes da área da Saúde sem manutenção, investimento e obras. “A saúde estava com muitas dificuldades. Mas, conseguimos contratar o Hospital Manoel Novaes para partos, atendimentos de urgência e emergência na pediatria e obstetrícia de alto risco e funcionamento 24 horas como portas abertas, o que foi um avanço”, sintetizou.

O prefeito também falou sobre os investimentos no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, unidade de urgência e emergência “portas abertas” para toda a região, atendendo cerca de 120 municípios e praticamente grande parte do estado, com mais de 200 leitos. “Estamos elaborando projetos para duplicar os atendimentos em parceria com os governos federal e estadual”, disse.

Para o Chefe do Executivo itabunense é importante ter uma rede funcionando no setor público e fortalecimento do setor privado pelo aumento da oferta de serviços. “Neste ano, tivemos dificuldades com a pediatria e obstetrícia e nas tratativas com a direção da Maternidade. No momento certo chegamos a esta felicidade de encontrar instituto com credibilidade. Aqui foi feito o diálogo pensando no bem da população da cidade”, afirmou.

“Buscamos alternativas para manter a Maternidade da Mãe Pobre funcionando. Quero saudar os funcionários, que durante muitos anos aqui atuaram. Com o apoio da Prefeitura, vamos manter esta instituição ‘portas abertas’ para atender Itabuna e a população regional. É verdade que temos um projeto da Maternidade Municipal que vamos inaugurar no nosso governo. Também vamos ter o Cemepi na pediatria. Quero agradecer o deputado federal Paulo Magalhães que destinou emenda de R$ 600 mil para as obras de requalificação do Cemepi”, lembrou Castro.

O prefeito de Itabuna disse ainda que o projeto da Secretaria Municipal de Saúde é ter três hospitais atendendo pediatria e obstetrícia, “porque fazer saúde é ter boas parcerias com os governos federal e estadual e estamos fazendo isso. Vamos abrir a Maternidade da Mãe Pobre, humanizar o atendimento. Para isso, estamos assinando o contrato de gestão e no dia 23 de novembro vamos inaugurar. Até lá, haverá reparos no imóvel e contratação das equipes médicas, de enfermagem e outros profissionais da área”, concluiu.

O ato contou com a participação da secretária municipal de Saúde, Lívia Mendes Aguiar, do Líder do Governo na Câmara Municipal, vereador Manoel Porfírio (PT), do gerente-geral da Maternidade da Mãe Pobre, Alex Borba, da diretora Assistencial e Cooperativa, Érica Oliveira e do presidente do Instituto de Gestão Aplicada, Carlos Alberto do Espírito Santos, ereadores, secretários municipais e da imprensa regional.