coronavírus

Do “Bahia Noticias”:

O governador Rui Costa (PT) confirmou nesta sexta-feira (22) que Salvador e mais oito municípios da Bahia entrarão em regime de suspensão de todas as atividades não essenciais para contenção da disseminação do novo coronavírus entre a próxima segunda (25) e sexta-feira (29). A medida é parte da antecipação de feriados estaduais e municipais, exemplo do que aconteceu com São Paulo. Na capital baiana, serão antecipados o São João e o Dois de Julho, feriados estaduais, e o dia de Nossa Senhora da Conceição da Praia, que é comemorado no dia 8 de dezembro. Esta última informação foi divulgada pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). Ele indicou que os pontos facultativos relacionados a esses feriados serão suspensos. Os outros municípios listados também promoverão antecipação de feriados..

Entre quinta (28) e sexta (29), governo e prefeituras municipais asssinarão decretos conjuntos de interrupção das atividades não essenciais, para que toda a semana seja contemplada, assim como os finais de semana, quando os índices de isolamento social são tradicionalmente maiores.

Feira de Santana, Itabuna, Ilhéus, Jequié, Candeias, Lauro de Freitas, Ipiaú e Camaçari também passarão pelo processo, todos com mais de 100 casos confirmados. A antecipação de feriados não será comum a todos municípios do estado, e quando não houver feriados municipais, haverá um decreto estadual para suspender atividades não essenciais. Serviços bancários não estarão suspensos na quinta e sexta.

“Isso não significa que outros municípios ou outros prefeitos que queiram aderir a essa medida, se ele entende que seu municpipio está com a taixa alta, poderá aderir, decretando na quarta, quinta e sexta, por conta de cada município, o decreto municipal”, sinalizou o governador, durante coletiva conjunta com o prefeito ACM Neto.

De acordo com Rui, o intuito é derrubar para 5% a taxa de contágio. “Vamos anunciar medidas de maior impacto para que, juntos, possamos impactar de forma mais forte a taxa de contágio e a curva de crescimento dele”, explicou. ACM Neto seguiu o mesmo tom e defendeu a iniciativa de antecipar os feriados e pontos facultativos para tentar reduzir a taxa de transmissão. “Queremos afastar ou diminuir o risco do colapso do sistema de saúde”, informou o prefeito.

“Essa medida pode fazer com que a gente encurte o processo de retomada das atividades. A prefeitura vem conversando com os principais segmentos econômicos sobre os protocolos de retorno, detalhando quais serão as medidas necessárias para retomada dessas atividades. É desejo nosso e claro que qualquer decisão será compartilhada com o governo do estado”, completou o gestor da capital. (Atualizado às 16h03)