WhatsApp Image 2019-05-15 at 13.30.04

O prefeito de Ibicuí Marcos Galvão assinou hoje na câmara de vereadores daquele município um termo de cooperação com a  COOPFESBA que gerência a BAHIA CACAU. Com o termo de cooperação, a cooperativa vai investir na infraestrutura das propriedades rurais dos agricultores familiares, melhoramento do manejo do cacau para com a elevação da qualidade seja fabricado chocolate da amêndoa de qualidade produzido em Ibicuí.

” Esse desafio e compromisso é da nossa gestão, meu governo vai fomentar o desenvolvimento rural e assumir a liderança de melhorar a vida do nosso maior patrimônio que são os agricultores. Essa parceria com a BAHIA CACAU articulada pelo ECOBAHIA vem no sentido de agregar valor a produção e melhorar o preço da amêndoa de Cacau, aumentar a renda do produtor, gerar desenvolvimento pra cidade. Criei a secretaria de agricultura e meio ambiente do município, já distribuímos milhares de mudas, trator, equipamentos e mais investimentos virão” declarou o prefeito Marcos Galvão.

” Tenho tido uma luta constante para honrar a confiança do prefeito, do vice e de nosso grupo. Temos várias ações e assinarmos esse termo hoje nos dar mais confiança que estamos no caminho certo” declarou Lega Alves Secretário de agricultura e Meio Ambiente de Ibicuí.

” Precisamos organizar a Agricultura familiar para produção de produtos de alta qualidade com foco no chocolate, o chocolate pra ter qualidade tem que ter uma amêndoa de alta qualidade. Vamos começar aqui com investimentos na infraestrutura estrutura: casa de fermentação, cochos, estufas plástica e mudas, ofertaremos também capacitação em cacau de qualidade. Quero parabenizar o prefeito, o secretário, agradecer a turma do ECOBAHIA pela excelente articulação interterritoroal e estamos aqui pra ajudar. Nossa cooperativa é parceiro da agricultura familiar” declarou Osaná presidente da COOPFESBA.

O governo da Bahia fará os investimentos através da SDR chefiada pelo secretário Josias Gomes, o investimento será feito com recursos do Banco Mundial por meio do programa alianças produtivas.