O Clube de Desbravadores Amigos da Natureza, de Itacaré, foi um dos destaques do 5º Campori Sul-Americano de Desbravadores, um dos maiores acampamentos da Igreja Adventista no mundo, um encontro que trabalha a união entre as pessoas e noções de cidadania e sustentabilidade. O evento aconteceu no período de 08 a 20 de janeiro no Parque de Peão de Barretos, São Paulo, e contou com a participação de mais de 100 mil pessoas de 12 países da América do Sul, América do Norte, Europa e até mesmo da Ásia, reunidas nos campings do parque.

E a equipe de Itacaré, formada por 30 desbravadores, foi um dos destaques do encontro, cumprindo todas as provas com as maiores pontuações e recebendo o troféu cinco estrelas. A participação do grupo de Itacaré contou com o apoio de membros da comunidade e da Prefeitura Municipal, que reconheceu a importância da integração entre os participantes com pessoas de todo o mundo, além de divulgar a cidade para diversos países. Para os participantes, o encontro foi um momento de aprendizagem e de troca de experiências, além de ser uma oportunidade de mostrar o trabalho que já vem sendo desenvolvido no município pelos Clube de Desbravadores Amigos da Natureza e mostrar as belezas naturais de Itacaré.

O Clube de Desbravadores de Itacaré já existe há 12 anos, contando com a participação de cerca de 50 integrantes. As reuniões acontecem sempre aos sábados, das 14 às 16 horas e no domingo das 13 às 15 horas no Centro Educacional de Itacaré (CEI). O grupo realiza ainda atividades sociais como limpeza de praças e escolas, visita a abrigos, desfiles cívicos e uma série de ações de cidadania de proteção à natureza. Participar do Campori foi para esses desbravadores a realização de um sonho.

Durante os dias de evento, todos precisam se virar. Desde a montagem das barracas, até o preparo dos alimentos, 1.140 equipes se dividem nos trabalhos. Para receber todos os participantes, a organização preparou uma área com mais de 25 mil barracas e 2.500 cozinheiros que prepararam cerca de duas mil toneladas de alimentos. No parque foram construídos supermercados, farmácia, hospital 24 horas, livraria, shopping e até museu. Toda essa estrutura conta com o apoio de um grupo de voluntários que presta assistência dia e noite para a garotada.

Os participantes do acampamento são divididos em equipes e passam o dia todo em atividades pelo parque, numa espécie de gincana. Uma dessas atividades preferidas dos Desbravadores é se aventurarem na natureza, onde podem colocar em prática muitas das lições que aprenderam durante o evento, como escalada, provas de nós e amarras. Além disso, outras atividades recreativas e de conhecimento como corrida de obstáculos, concurso de bandas e fanfarras divertem os participantes e somam pontos para as equipes. A programação também contou com apresentações de palco em todas as manhãs e noites.

Como parte do desenvolvimento mental incentiva-se o juvenil a estudar e desenvolver as classes e especialidades, que são análogas a anos e disciplinas escolares. Embora compreendam também os aspectos físico e espiritual, as classes e especialidades trazem um maior benefício no âmbito mental ao desbravador, pois proporcionam um aprendizado ampliado sobre os mais diversos assuntos.

Embora a parte física exija bastante tempo dentro das atividades, o desenvolvimento espiritual é o foco maior do clube. O objetivo central é a levar o juvenil a ter uma “experiência diária e constante com Deus”, fazendo-o refletir acerca da “Sua criação e de Seu cuidado para com ele”. Em matéria espiritual, leva-se a cabo várias atividades a fim de envolver o juvenil. Destacam-se trabalhos missionários, estudos bíblicos e trabalhos voluntários.