csm_Caetano_d54cb59754

Na noite desta terça-feira o pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indeferiu o registro de candidatura do deputado federal reeleito Caetano (PT). Com isso ele não assumirá o novo mandato.

Caetano foi reeleito, mas era considerado ficha suja por ter sido condenado por improbidade administrativa por desviar recursos públicos, enquanto ainda era prefeito de Camaçari.

O Ministério Público Eleitoral (MPE) tinha entrado com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo a impugnação da candidatura a deputado federal de Luiz Caetano (PT) por inelegibilidade.

Com essa decisão, quem deverá assumir a vaga será o primeiro suplente, Charles (PSD).