SESAB e Ministério Público discutem o SUS em Itabuna Na foto: Foto: Ronaldo Silva/AGECOM Data: 18/08/2010

O Plano Estratégico de Revitalização da Bacia do Rio Cachoeira, coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e lançado, nesta sexta-feira (20), pelo governador Rui Costa, será apresentado para prefeituras dos municípios da bacia do rio Cachoeira e parceiros, na próxima quarta-feira (25), às 9h, na Câmara Municipal de Ibicaraí.

O documento é um dos resultados do Projeto Cachoeira, e foi desenvolvido a partir do diagnóstico ambiental da região e das audiências públicas nos municípios de Itororó, Ibicaraí e Itabuna. A iniciativa também teve a contribuição dos atores locais na plataforma online disponibilizada pela Sema para a construção do Plano.

Participam do evento, representantes da Secretaria do Meio Ambiente, lideranças e beneficiários da região, prefeitos e representantes de instituições e entidades parceiras, como Ceplac, Comitê da Bacia Hidrográfica do Leste, Colegiado Territorial Litoral Sul, universidades e outros.

O Projeto Cachoeira tem como objetivo a recuperação e preservação da Bacia do Rio Cachoeira, por meio de ações que promovem a proteção de nascentes e cursos d’água. O documento contempla uma visão de curto, médio e longo prazos, traduzida em três fases de implementação, que contemplam o Plano de Governança, as áreas e estratégias prioritárias de ações de conservação, restauração, manejo florestal, manejo de solo, controle de erosão, mudança de uso do solo, requalificação de malha viária (vias e vicinais), remoção de sedimentos, esgotamento sanitário, contenção de encostas e margens, monitoramento hidrológico. O estudo inclui ainda o planejamento de diversos projetos-pilotos dessas estratégias, para serem implementados nas áreas prioritárias para revitalização.

O Plano Estratégico é uma das etapas do Projeto Cachoeira, inserido no Programa de Desenvolvimento Ambiental (PDA – Bahia), realizado pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O investido no Plano é de R$ 1, 4 milhão, sendo que o valor total do Projeto Cachoeira é da ordem de R$ 4 milhões.

Projeto Cachoeira – Além do Plano Estratégico, o projeto inclui entre sua as ações o Diagnóstico Ambiental Local, Restauração Florestal de 150 hectares de matas ciliares e o cadastramento de pequenas propriedades da agricultura familiar no Cadastro Ambiental Rural (CAR/Cefir).

Na programação do evento, serão apresentados os resultados já alcançados pelo projeto e as ações ainda em curso, a exemplo do Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (CEFIR) para pequenos proprietários no entorno da Bacia do Rio Cachoeira, que vai contemplar os municípios de Buararema, Ilhéus, Itabuna, Arataca, Barro Preto, Caatiba, Firmino Alves, Floresta Azul, Ibicaraí, Itajú Colônia, Itambé, Itapé, Itapetinga, Itororó, Jussari, São José da Vitória e Santa Cruz da Vitória.