cam

Os três projetos do Executivo de Itabuna, motivos da convocação extraordinária, serão relatados na Câmara de Vereadores por Júnior Brandão/PT (reforma administrativa); Babá Cearense/PHS (mudanças na Guarda Civil) e Jairo Araújo/PCdoB (alterações salariais).

A contar dessa segunda, 09, o trio parlamentar tem até quinta, 12, para apresentar parecer. O prazo mais curto (3,5 dias – metade do tempo convencional) ocorre por conta do regime de urgência das matérias, pedido pelo prefeito Fernando Gomes.

Um pouco antes disso…

Numa tarde de intensa negociação entre as bancadas, e o presidente do Legislativo de Itabuna Chico Reis (PSDB), foram definidos presidentes, vices e relatores das sete comissões permanentes da Câmara Municipal. Os vereadores Robinho (PP), Antônio Cavalcante (PMDB), Ronaldão (PMN) e Pastor Francisco, por exemplo, alternaram de comissões entre si, com anuência do Plenário.

Por fim, os órgaos técnicos ficaram sob a presidência de Manoel Júnior, do PV (Legislação); Ninho Valete/PR (Finanças); Chicão/PTB (Educação); Guinho/PDT (Saúde); Júnior do Trator/PHS (Desenvolvimento Urbano); Aldenes Meire/PCdoB (Agricultura); e Jairo Araújo/PCdoB (Direitos Humanos). Beto Dourado (PSDB) abdicou de presidir a Comissão de Educação.

Outro posto disputado nas comissões trata-se do 1º Relator. Júnior Brandão ocupará essa função na Comissão de Legislação; Guinho, em Finanças; Beto Dourado na de Educação; Chicão, Saúde; Ricardo Xavier (PPS), Desenvolvimento Urbano; Júnior do Trator, em Agricultura; e Manoel Júnior, Direitos Humanos. Cada vereador pode fazer parte de até 03 (três) comissões ao mesmo tempo.