A Associação Comercial e Empresarial de Itabuna promoveu uma reunião extraordinária na última segunda-feira, dia 1º, em conjunto com dirigentes da Câmara de Diretores Lojistas e do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista, com o objetivo de discutir os mudanças no projeto reforma tributária municipal que voltará a ser analisada ainda na segunda quinzena deste mês pelo poder legislativo.
.
O presidente da ACI, Eduardo Fontes Neto anunciou a formação de uma comissão para discutir com o prefeito José Nilton Azevedo Leal a retirada do projeto da pauta de votação e a sua reformulação, corrigindo assim possíveis distorções.
.
Ele explicou que o projeto do novo Código Tributário Municipal carece de uma discussão mais ampla não apenas com os empresários, como também com os demais segmentos da sociedade civil organizada, uma vez que pode implicar em um ônus para os contribuintes, em especial para os setores do comércio, indústria e serviços, os mais onerados.
.
Defendeu ainda uma saída negociada para o impasse através de uma negociação com o executivo municipal.
.
Os presidentes do Sindicom, José Adauto e da CDL, Jorge Braga apoiaram a discussão do projeto e a proposta de sua revisão, ampliando o debate com os diversos segmentos da comunidade.
.
Já Silvio Roberto elogiou a ação da ACI ao promover uma reunião extraordinária em conjunto com outras entidades ligadas ao setor empresarial. A proposta de formação de uma comissão para negociar com o prefeito Azevedo recebeu o apoio dos empresários Eduardo Carqueija, Itajaí Andrade e de outros empresários que participaram da reunião.